dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual plano você precisa?

Aborto legal é oficializado e será oferecido pelo SUS

Aborto legal é oficializado e será oferecido pelo SUSA partir de agora o aborto legal será oferecido também pelo SUS (Sistema Único de Saúde) a fim de atender as medidas aprovadas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a legalização do procedimento.

De acordo com a portaria divulgada em 22/05/14, haverá cobertura de R$ 443,40 para os casos de abortos aprovados, sendo eles de gravidez por estupro, quando há risco para a mãe ou então em casos de anencefalia. Até o momento o valor recebido era uma quantia fixa, que independia da quantidade de procedimentos feitos no hospital.

De acordo com Arthur Chioro, Ministro da Saúde, “O pagamento era feito dentro de um repasse global. A mudança traz mais transparência e permite a remuneração de toda equipe de saúde envolvida.” Para ele, a mudança no tipo de pagamento não afetará em nada o número de locais autorizados para realizar este procedimento, que são 36 ao todo no país. Ele afirma que: “Não há intenção de aumentar a rede. Algo assim somente seria feito se houvesse demanda dos Estados.”

O tempo de espera do aborto legal vai continuar variando de acordo com a demanda e pode variar bastante, segundo o ministro.

Fugindo um pouco do tema, já tem seu plano de saúde? Faça aqui a cotação do seu plano.

Desde 2012, os casos de gravidez com anencefalia já eram legalizados para o aborto, mas agora este tipo de pagamento pretende controlar melhor o número de casos e dar mais transparência para que seja feita uma melhor análise e saber quais abortos foram feitos por anencefalia, devido a estupro ou por complicações e riscos de vida para a mãe.

Dê a sua opinião:

Você acha que é uma boa melhoria a oficialização de aborto para casos de anencefalia, risco de vida para a mãe e estupro? E acredita que com esta cobertura no SUS a qualidade de vida das mulheres neste caso tende a melhorar por receberem um bom tratamento?

Compartilhe esse artigo nas redes sociais:
O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *