dcsimg

8 alimentos que ajudam na concentração

Já parou para pensar de que forma a comida pode ajudar na sua rotina e quais são os alimentos que ajudam na concentração?

Provavelmente não, mas a comida não serve apenas para fornecer nutrientes e nos dar energia, ela pode interferir no funcionamento do organismo como um todo.

Se está desconcentrado e com dificuldade de realizar suas tarefas, vejam alguns alimentos que podem ajudar.

8 alimentos que ajudam na concentração

8 alimentos que ajudam na concentração

1 – Cafeína: fique alerta

A cafeína está presente em diversos alimentos e pode ajudar a manter o nível de alerta, sendo excelente para quem está cansado.

Mas, mesmo com esse benefício precisa ser usada com moderação, o seu excesso pode causar agitação e muito incomodo.

2 – Glicose: atente-se mais

O açúcar na forma de glicose, está presente nos doces, carboidratos, massas e outros.

Ela funciona como um alimento para o cérebro, deixando a pessoa em vigilância e também impulsionando o funcionamento da memória por um curto período.

3 – Café da manhã: equilibre-se

Pular as refeições já não é recomendado pelo nutricionistas há bastante tempo, porém, além de prejudicar no peso, também influencia raciocínio.

Ao “alimentar” o cérebro, se tem um ganho na atenção e na memória de curto prazo. Essa constatação foi feita analisando estudantes que faziam essa refeição e outros que a pulavam.

O tipo de alimento ingerido também irá influenciar, sendo indicado uma alimentação com frutas, fibras e grãos integrais.

4 – Peixe: mantenha o cérebro sempre jovem

Os peixes possuem uma grande quantidade de ácidos graxos e ômega 3, que ajudam na transmissão dos impulsos do cérebro.

Pessoas que fazem uma dieta rica nesse alimento tem apresentado menor demência, perda da memória de forma mais lenta e diminuição de acidentes vasculares cerebrais.

Para garantir esses benefícios é recomendado que se ingira pelo menos 2 porções de peixe por semana.

5 – Nozes: aproveite suas vitaminas

As oleaginosos não geral são bastante indicadas, pois são antioxidantes e possuem vitamina E.

Dietas ricas em nozes resultam em menor perda das funções cognitivas, sendo recomendado uma pequena porção por dia.

6 – Chocolate: melhore a concentração e adoce a vida

Essa delicia que tanta gente gosta pode fazer bem à saúde, porém, não é qualquer chocolate.

Quanto maior for a concentração de cacau maiores serão os benéficos, sendo preciso dar preferência com os que tem acima de 70%.

Ele é rico em antioxidantes e cafeína, ajudando no estado de alerta e de preservação das funções cerebrais.

Uma pequena porção por dia, traz benefícios e não interfere no peso, mas moderação é a regra.

7 – Abacate e grãos: controle seu colesterol

Os grãos e abacate possuem fibras, vitamina E e gorduras saudáveis. Essas ajudam a melhorar o fluxo sanguíneo, reduzindo o colesterol e a formação de placas de gordura.

Isso faz com que o cérebro receba uma oxigenação adequada e mantenha o bom funcionamento de células cerebrais.

8 – Mirtilos e blueberries: aprenda mais

Essas pequenas frutinhas ajudam a combater os efeito de demência e até o Alzheimer ocasionados pela idade, por combaterem os radicais livres.

Elas melhoram a aprendizagem e ajudam a manter o cérebro sempre jovem.

Como manter uma dieta saudável para o cérebro

Comer de forma correta proporciona os mais variados benefícios, sendo que alguns já foram citados acima.

Uma refeição com poucas calorias pode ocasionar o cansaço e fraqueza, já uma muito pesada resulta em cansaço. Por isso o equilíbrio é fundamental.

Vitaminas e minerais ingeridos em forma de suplementos, podem completar as necessidades diárias, mas devem ser receitados por um médico.

Além disso, ter uma boa noite de sono, fazer exercícios, meditar e se manter hidratado, contribui para o melhor funcionamento do cérebro.

Agora é só escolher os alimentos que ajudam na concentração para estar sempre atento e se manter saudável.

Qual o plano de saúde mais barato do Brasil?

Qual o plano de saúde mais barato do Brasil? Qual o plano de saúde mais barato do Brasil? Com certeza você já se fez essa pergunta.

Se você está pensando em adquirir um plano de saúde, deve dizer que está fazendo uma boa escolha para conseguir cuidar muito bem da sua saúde.

Mas na hora de decidir por qual plano e operadora escolher podem surgir algumas dúvidas.

Para facilitar a esse processo, separei algumas informações que podem ser bastante úteis ao tentar achar o plano de saúde mais barato do Brasil.

Mas antes de você ver alguns pontos, sabia que há algumas dicas para contratar um plano de saúde mais barato?

Segmentação assistencial

Muita gente não sabe, mas plano de saúde não é tudo igual, principalmente quando falamos de cobertura.

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) segmenta os planos de acordo com o tipo de atendimento que prestam.

Entenda melhor:

  • Cobertura Ambulatorial: vai incluir atendimento para consultas e exames, procedimentos ambulatoriais e tratamentos. Em casos de urgência, o atendimento fica restrito às primeiras 12 horas.
  • Cobertura Hospitalar sem Obstetrícia: atende a internação hospitalar, sem limite máximo de tempo. Não inclui partos.
  • Cobertura Hospitalar com Obstetrícia: a mesma cobertura do Hospitalar sem Obstetrícia, mas nesse caso vai contemplar também o parto e assistência ao recém-nascido durante os primeiros 30 dias de vida.
  • Segmentação Referência: abrange atendimento ambulatorial-hospitalar e irá contemplar os procedimentos do atendimento ambulatorial e do hospitalar com ou sem obstétrica.

Se está em dúvida sobre qual o melhor plano para você, descubra já.

O que verificar na hora de escolher o plano de saúde mais barato do Brasil?

Depois de conhecer um pouco sobre as segmentações dos planos, deve-se ficar atento a outros detalhes que irão fazer toda a diferença na hora de escolher o plano de saúde mais barato do Brasil.

Os valores são muito importantes na hora de fazer a escolha, mas se deve verificar a área de atendimento, se a operadora é confiável, etc.

Veja as 5 melhores operadoras de plano de saúde.

Confira mais dicas para escolher o plano de saúde mais barato do Brasil:

Verificar se a operadora é confiável

Todas as operadoras de saúde e seus planos precisam ser autorizados para comercialização na ANS. Por isso é sempre bom verificar se não existe nenhuma restrição para não entrar numa fria. Além disso, no site da ANS ainda é possível verificar a avaliação e desempenho da operadora.

Conferir a cobertura

Existe uma cobertura mínima que os planos devem oferecer, segundo o Rol da ANS.

Porém, fica a critério das operadoras oferecerem ofertas e procedimentos extras a esses, sendo preciso verificar quais são oferecidos antes de contratar seu plano de saúde mais barato do Brasil.

Entenda melhor como são as coberturas do plano de saúde 🙂

Consultar a rede de abrangência

Ela diz respeito às localidades que o plano de saúde mais barato do Brasil atenderá.

As mais comuns são atendimento municipal, grupo de municípios, estadual ou nacional. Existem casos em que ocorre reembolso de procedimentos realizados fora do país.

Comparar a rede credenciada x reembolso

Os planos de saúde podem optar por oferecer o atendimento em uma rede referenciada. Nesse caso, o beneficiário só poderá ser atendido pelos médicos credenciados ao plano.

Já na modalidade de reembolso fica a livre escolha a consulta com o profissional, sendo que a operadora reembolsa o valor da consulta, sempre respeitando o limite máximo de acordo com tabelas previamente determinadas.

Entenda como funciona o reembolso de despesas médicas.

Informar-se sobre as carências

A carência é o período que se precisa aguardar para poder utilizar o atendimento do plano, sendo que ele pode variar de 24 horas para atendimentos de urgência até 24 meses para doenças pré-existentes. Cada procedimento possui um prazo diferente e exige atenção.

Melhor ver como funcionam as carências do plano de saúde!

Saber a variação de valores por faixa etária

Quanto maior a idade do beneficiário, maior também será o valor da mensalidade do plano, mesmo que seja o plano de saúde mais barato do Brasil.

Isso porque a cobrança ocorre por faixas etárias, lembrando que a maior faixa etária e de 59 anos ou mais.

Optar pela melhor modalidade de cobrança

Ela pode ser com ou sem coparticipação. No primeiro caso se paga uma mensalidade pequena e uma taxa de acordo com os procedimentos realizados.

Já a sem coparticipação tem um valor fixo por mês e inclui todos os procedimentos cobertos.

Preparar-se para os reajustes

O reajuste dos planos de saúde para pessoas físicas ocorre uma vez ao ano, de acordo com os limites máximos determinados pela ANS.

Como economizar no plano de saúde?

Se a ideia é ter um plano de saúde mais barato do Brasil sem que ele pese no orçamento, então é preciso economizar sem abrir mão da qualidade.

Veja boas dicas:

  • Faça uma pesquisa em diferentes operadoras e por planos variados para poder comparar os valores e achar os mais em conta. Porém, não se esqueça de verificar quais são as coberturas oferecidas para não ficar com um plano sem utilidade.
  • Escolha a cobertura mais adequada às suas necessidades. Se precisa apenas de atendimento para consultas e exames, opte pelo atendimento ambulatorial. Agora se pretende estar sempre protegido, a melhor escolha é o atendimento referência.
  • Considere os benefícios que pode ter aderindo ao plano. Muitas operadoras contam com parcerias com redes de farmácia e oferecem descontos em medicamentos. Essa pode ser uma boa saída para quem faz uso de medicamentos de uso contínuo e ainda quer ter o plano de saúde mais barato do Brasil.

Comece a economizar agora mesmo fazendo sua cotação do plano de saúde mais barato do Brasil!

Qual a regra para reconhecer o plano de saúde mais barato?

Para quem quer economizar muito e saber se o plano de saúde mais barato do Brasil é mesmo o que está sendo apresentado é preciso considerar diferentes fatores.

Quando se comparam apenas valores, não existe muito segredo. Nesse caso, é preciso comparar as cotações que lhe foram apesentadas e verificar qual tem o menor valor.

Veja boas dicas para reduzir a mensalidade do seu plano de saúde 🙂

Já quem deseja avaliar o custo benefício, terá um pouco mais de dificuldade, pois além do preço do plano de saúde mais barato do Brasil é preciso considerar também quais são as coberturas oferecidas, segmentação e outras vantagens que ele oferece.

Nessas horas é preciso considerar as necessidades individuais, pois uma pessoa pode precisar apenas de um plano com cobertura básica, enquanto outra precisa de uma cobertura completa, que inclua, inclusive cirurgias.

Para ajudar um pouco, levantamos alguns valores de planos, os mais baixos do mercado e que contam com uma cobertura básica.

Se esse for o seu caso, já encontrou a solução, porém, para os demais é preciso fazer algumas ponderações.

Caso prefira, já pode fazer sua cotação de plano de saúde online e saber o valor do seu convênio agora mesmo 🙂

Compare os valores do plano

Sabendo dessas dicas fica muito mais fácil escolher o seu plano de saúde, porém é fundamental verificar os valores para que eles caibam no seu orçamento.

Fiz uma pesquisa dos planos mais baratos em alguns estados, por isso veja ela abaixo e escolha o seu plano de saúde mais barato do Brasil.

Plano de saúde mais barato SP

O estado de São Paulo possui diversas operadoras de planos de saúde e, por isso, se tem uma variedade de planos de saúde em São Paulo na hora de fazer a escolha.

Em minha pesquisa, verifiquei algumas operadoras mais baratas para apresentar.

Faixa etária Biovida Classes Laboriosas
0 a 18 R$ 98.40 R$ 131.12
19 a 23 R$ 131.44 R$ 171.53
24 a 28 R$ 131.44 R$ 181.63
29 a 33 R$ 161.02 R$ 221.95
34 a 38 R$ 170.21 R$ 242.15
39 a 43 R$ 187.04 R$ 262.25
44 a 48 R$ 243.92 R$ 343.03
49 a 53 R$ 299.03 R$ 443.90
54 a 58 R$ 359.16 R$ 524.66
59 ou + R$ 590.08 R$ 786.50

A Biovida é a operadora que conta com os planos de saúde individuais mais baratos, tanto que na faixa de 0 a 18 anos o valor do plano não chega a R$ 100,00. O valor vai aumentando de forma gradual, porém da faixa de 54 a 58 para a de 59 ou +, o valor aumenta consideravelmente.

A Classe laboriosas também tem um custo bastante acessível e aumentos bem parecidos com a Biovida.

Você pode ainda consultar as tabelas de preços de plano de saúde em São Paulo para encontrar seu plano de saúde mais barato do Brasil.

Plano de saúde mais barato BA

É possível encontrar planos de saúde na Bahia que atendem a localidades específicas.

Nesse caso fiz a cotação considerando a cidade de Salvador.

Faixa etária Unimed Hapvida
0 a 18 R$ 197.90 R$ 138.50
19 a 23 R$ 256.44 R$ 182.82
24 a 28 R$ 275.80 R$ 210.24
29 a 33 R$ 285.65 R$ 235.46
34 a 38 R$ 295.65 R$ 247.23
39 a 43 R$ 305.80 R$ 279.36
44 a 48 R$ 344.75 R$ 340.81
49 a 53 R$ 394.90 R$ 470.31
54 a 58 R$ 472.80 R$ 634.91
59 ou + R$ 788.77 R$ 825.38

O que se pode perceber nesse caso é que a Unimed (R$ 197.90), na faixa de 0 a 18 anos, possui um valor maior de mensalidade do que a HapVida (R$ 138.50).

Porém, conforma a faixa etária vai aumentando, essa diferença fica maior e, de 49 a 53 anos, a Havida passa a ter um valor mais elevado do que a sua concorrente.

Confira mais valores nas tabelas de preços de plano de saúde na Bahia para escolher o plano de saúde mais barato do Brasil.

Plano de saúde mais barato RJ

Também há diferentes opções de planos de saúde no Rio de Janeiro e, para que a pesquisa ficasse mais precisa, considerei os valores para a capital.

Faixa etária Unimed Assim Saúde
0 a 18 R$ 255.83 R$ 168.00
19 a 23 R$ 330.02 R$ 218.40
24 a 28 R$ 356.42 R$ 240.24
29 a 33 R$ 384.93 R$ 260.42
34 a 38 R$ 423.42 R$ 296.88
39 a 43 R$ 478.46 R$ 316.77
44 a 48 R$ 626.78 R$ 411.48
49 a 53 R$ 752.14 R$ 473.20
54 a 58 R$ 940.18 R$ 591.50
59 ou + R$ 1532.49 R$ 1007.68

O que se pode perceber é que os valores cobrados pela Unimed são um pouco maiores que os da Assim Saúde.

Essa cobrança começa a ficar mais evidente nas maiores faixas etárias. Por exemplo, de 49 a 53 anos na Unimed o valor da mensalidade é de R$ 752.14, enquanto que na Assim Saúde é de R$ 473.20.

Confira mais valores nas tabelas de preços de plano de saúde do Rio de Janeiro e ache o plano de saúde mais barato do Brasil ideal para você.

Plano de saúde mais barato MG

Há excelentes planos de saúde em Minas Gerais e opções para diferentes necessidades.

Dentre as opções pesquisadas, veja algumas:

Faixa etária Unimed Vitallis
0 a 18 R$ 174.23 R$ 98.85
19 a 23 R$ 207.16 R$ 117.63
24 a 28 R$ 238.23 R$ 135.29
29 a 33 R$ 273.97 R$ 151.51
34 a 38 R$ 317.81 R$ 178.79
39 a 43 R$ 368.66 R$ 203.81
44 a 48 R$ 427.64 R$ 250.70
49 a 53 R$ 500.34 R$ 298.83
54 a 58 R$ 670.46 R$ 397.44
59 ou + R$ 1045.24 R$ 592.19

A Unimed, quando comparada com a Vitallis, possui valores um pouco mais elevados em todas as faixas etárias, sendo que na última o valor cobrado pela Unimed (R$ 1045.24) é quase o dobro do que o cobrado pela Vitallis (R$ 592.19).

Apesar dessa diferença, cada uma possui pontos positivos diferentes da concorrente.

Quer ver mais valores? Confira a tabela de preços de plano de saúde de Minas Gerais e escolha o plano de saúde mais barato do Brasil agora.

Plano de saúde mais barato RS

A quantidade de planos de saúde no Rio Grande do Sul com um valor barato diminui, porém é possível encontrar um preço bastante acessível.

Faixa etária Porto Alegre Clínicas
0 a 18 R$ 67.49
19 a 23 R$ 74.42
24 a 28 R$ 84.80
29 a 33 R$ 96.90
34 a 38 R$ 105.53
39 a 43 R$ 115.93
44 a 48 R$ 162.64
49 a 53 R$ 198.99
54 a 58 R$ 290.68
59 ou + R$ 387.59

Na região metropolitana de Porto Alegre se tem o plano da Porto Alegre Clínicas, com preços bastante acessíveis.

Os valores encontrados são os menores de todos os pesquisados e cabem em qualquer orçamento.

Uma pessoa com 47 anos vai pagar apenas R$ 162.64 de mensalidade, sendo que em alguns estados esse valor seria corresponde a faixa de até 18 anos.

Você pode conhecer mais opções de convênios médicos e comparar valores vendo a tabela de preços de plano de saúde do Rio Grande do Sul.

Depois de conhecer todas essas opções basta escolher a que mais lhe interessa e ter um plano de saúde mais barato do Brasil, acessível ao seu bolso e com qualidade.

Isso causa câncer? Descubra os mitos e verdades!

Existem diversos boatos de que algum alimentos e até mesmo produtos que usamos no dia a dia podem causar câncer. Mas nem sempre podemos sair acreditando em tudo o que é dito, por isso esclareça algumas dúvidas sobre o assunto.

Isso causa câncer? Descubra os mitos e verdades!

Adoçantes artificiais

Não existe nenhuma prova de que os adoçantes artificiais possam causar câncer em pessoas. Apesar de terem sido feitas pesquisas com ratos, com a substância Sacarina e que aumentam o incidência da doença nesses animais, não existe nada que prove que ele tem a mesma ação nos seres humanos.

Raio X

Sempre que você vai fazer um raio X pode observar que o profissional de saúde te cobre com um cobertor de chumbo para diminuir a incidência dos raios. Isso é uma forma de prevenir o surgimento da doença, e apesar de não haver uma quantidade segura de radiação, quando exposto a ele de forma controlada, as possibilidades são pequenas.

Celulares

Hoje, o pânico em relação a esses aparelhos é menor, e a preocupação é porque emitem onda magnéticas. Já foram realizados alguns estudos, mas até o momento não se comprovou a relação do celular com o câncer. Mesmo assim estudos continuam sendo feitos nesse sentido.

Carne

As carnes são uma importante fonte de proteína para o organismo e indicada pelos nutricionistas, mas cada vez mais se analisa até que ponto, principalmente, as carnes vermelhas podem trazer para a saúde. Quando preparadas em uma temperatura muito alta, produzem um composto chamado de PAHs, o qual ainda está sendo estudado, assim como os seus efeitos.

Já as carnes processadas como salsichas e embutidos contém conservantes, esses podem ajudam a aumentar a incidência de câncer, principalmente o de cólon.

Água engarrafada

O grande problema nesse caso não seria a agua em si, mas sim a garrafa que a embala. O plástico transparente costuma conter bisfenol A (BPA), um produto químico encontrado não apenas na garrafas mas em selantes dentários e outros itens.

O que se diz é que nos níveis que esse produto é encontrado não prejudica a saúde, porém, é recomendado não esquentar alimentos nesse tipo de embalagem.

Sexo

O sexo em si não causa câncer, porém, vírus transmitidos durante a relação sexual sem proteção podem aumentar a probabilidade de se ter um câncer. O papilomavírus humano (HPV) pode causar câncer cervical entre outros, por isso é recomendada a vacinação na idade correta e o uso de preservativo. A vacina pode ser conseguida pelo SUS.

Café

O café já foi visto como um grande vilão, porém, pesquisas recentes indicam que beber uma dose moderada por dia pode contribuir com a prevenção de alguns tipos de câncer.

Desodorante e antitranspirante

Estudos sobre o assunto ainda estão sendo feitos, isso porque muitos utilizam benzilparabeno, butilparabeno, metilparabeno e propilparabeno. Esse podem parar o suor e estimular o hormônio estrogênio, estimulando o crescimento de células cancerosas, principalmente das mamas.

Fluoreto

Ele está presente nas pasta de dentes, enxaguantes bucais e até mesmo na água e ajuda a proteger os dentes. Se pesquisar vai descobrir que a empresa responsável pelo abastecimento de água adiciona essa substância na água que distribui para a sua casa. Diversos estudos tem sido feitos para entender a relação dessa substância com o câncer, porém, ainda não foram encontrados fortes laços dele com a doença.

Produtos para o lar

Tintas, inseticidas, produtos de limpeza e outros costumam produzir gases, os chamados compostos orgânicos voláteis (COVs). Esses podem oferecer algum risco, por isso é sempre indicado ler as embalagens e optar pelos que tem baixo teor de COV e são biodegradáveis.

Poluição

A poluição é um grande problema e por ano causa mais de 220 mil mortes por conta do câncer de pulmão, sendo a maior parte delas na Ásia. Ele também pode contribuir para o surgimento de outros tipos de câncer. Em dias em que a poluição do ar está muito elevada o recomendável e não ficar exposto a ele.

Sabendo o que causa câncer o bom mesmo é sempre ficar atento a todos os produtos e evitar os que oferecem algum risco à saúde.

Tabelas de Preços dos Planos de Saúde em Sergipe (SE)

Confira aqui as Tabelas de Preços dos Planos de Saúde no Estado do Sergipe (SE).

BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – COMPULSÓRIA Empresarial – SE Baixar Tabela de preços
BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – OPCIONAL Empresarial – SE Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Empresarial – SE Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – COM REMISSÃO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia – Sem Coparticipação Empresarial – SE/td>

Baixar Tabela de preços

10 maneiras de acelerar o metabolismo

Acelerar o metabolismo é o desejo de muita gente, afinal ele é responsável pela perda de peso e também pela energia que se tem no dia a dia. Quanto mais rápido for o seu funcionamento, maior será a queima calórica e nesse pontos os homens levam vantagem. Outra questão é que após os 40 anos o seu funcionamento tende a ficar mais lento, mas isso não deve ser isto como um problema.

10 maneiras de acelerar o metabolismo

Apesar da obesidade ser um problema, bastante preocupante, como afirma o Ministério da Saúde, é possível combatê-la. É possível usar estratégias para fazer com que o metabolismo funcione melhor e de forma acelerada, veja algumas.

  1. Tenha músculos

Pode parecer estranho, mas uma pessoa que tem músculos queima cerca de 3 vezes mais calorias do que uma que possui gorduras em sua maioria. Mesmo quando se está em repouso a queima continua a ser efetuada de forma mais elevado, então, invista na musculação.

  1. Faça um treino mais intenso

Atividades físicas sempre são indicadas, mas fazer um treino mais intenso pode proporcionar melhores resultados. A alta intensidade dos exercícios faz com que o metabolismo fique acelerado por mais tempo após o treino, mas atenção para não exagerar e prejudicar o corpo.

  1. Tome muita água

Quando e está desidratado o organismo desacelera para poupar energia e consequentemente se perde menos calorias. O indicado é beber pelo menos 8 copos de água por dia, mas em dias quentes e de treinos intensos essa quantidade pode aumentar. Investir em alimentos ricos em água como frutas e legumes vai ajudar a manter o corpo sempre hidratado.

  1. Tome bebidas energéticas

As bebidas energéticas contém cafeína e taurina que ajudam a acelerar o metabolismo, apesar disso devem ser consumidas com muita moderação. O uso em excesso pode causar insônia, hipertensão e ansiedade, por isso o uso deve ser indicado por um médico.

  1. Coma mais vezes

Comer a cada 3 horas é indicado para que o organismo não preciso estocar energia, o que faz com que a queima de gordura diminua. Ao fazer isso, estimula o metabolismo e faz com que ele continue em pleno funcionamento, sem falar que se come menos nas refeições. Só tenha atenção com o que está ingerindo, prefira alimentos saudáveis e com poucas gorduras.

  1. Use pimenta

Alimentos picantes como pimentas pimentão e curry podem ajudar o seu metabolismo a funcionar ainda mais rápido. Apesar do efeito ser temporário ele pode contribuir na perda de peso. Por isso, na hora de preparar as refeições invista nos temperos.

  1. Invista na proteína

Ter uma dieta balanceada com proteínas, gorduras e carboidratos é extremamente necessário para se manter saudável, porém, investir nas proteínas é recomendável. Optar por carnes magras, ovos, e produtos lácteos pode dar um empurrãozinho na hora de acelerar o metabolismo.

  1. Beba café

Consumir café ajuda a manter a concentração, aumenta a resistência e dribla o cansaço, mas é preciso ter atenção a alguns detalhes. Apesar de trazer benefícios não é recomendado que se consuma mais do que duas xícaras por dia e se possível tome a bebida pura, sem açúcar, isso vai ajudar a ingerir menos calorias.

  1. Beba chá verde

O chá verde é outra bebida rica em cafeína e catequina e que quando consumidas regularmente aceleram o metabolismo, principalmente se combinadas com exercícios. Beba de 2 a 4 xícaras de chá verde por dia e queima até 17% a mais de calorias nos seus treinos.

  1. Fuja das dietas radicais

Dietas que tem baixíssima ingestão de calorias podem até te fazer perder peso rapidamente, porém, eles logo voltam e ainda se tem um risco de ficar fraca e desnutrida. Nada de seguir as dietas da moda, busque ajuda de um profissional e perca peso de forma gradual.

Agora que já sabe como acelerar o metabolismo é só seguir essas dicas e ficar com o corpo que sempre sonhou.

Tabelas de Preços de Planos de Saúde em Santa Catarina (SC)

Confira aqui as Tabelas de Preços dos Planos de Saúde no Estado de Santa Catarina (SC).

BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – COMPULSÓRIA Empresarial – SC Baixar Tabela de preços
BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – OPCIONAL Empresarial – SC Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Empresarial – SC Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – COM REMISSÃO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia – Sem Coparticipação Empresarial – SC Baixar Tabela de preços

Tabelas de Preços de Planos de Saúde no Rio Grande do Sul (RS)

Confira aqui as Tabelas de Preços dos Planos de Saúde no Estado do Rio Grande do Sul (RS).

AMIL Empresarial – Rio Grande do Sul (RS) Baixar Tabela de preços
BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – COMPULSÓRIA Empresarial – Rio Grande do Sul (RS) Baixar Tabela de preços
DOCTOR CLIN – FLEX AMBULATORIAL Empresarial – Rio Grande do Sul (RS) Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Empresarial – Rio Grande do Sul (RS) Baixar Tabela de preços

Tabelas de Preços de Planos de Saúde em Roraima (RR)

Confira aqui as Tabelas de Preços dos Planos de Saúde no Estado em Roraima (RR).

BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – COMPULSÓRIA Empresarial – Roraima Baixar Tabela de preços
BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – OPCIONAL Empresarial – Roraima Baixar Tabela de preços

Tabelas de Preços de Planos de Saúde em Rondônia (RO)

Confira aqui as Tabelas de Preços dos Planos de Saúde no Estado de Rondônia (RO).

BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – COMPULSÓRIA Empresarial – Rondônia Baixar Tabela de preços
BRADESCO (a partir de 03 vidas com 01 Titular) – OPCIONAL Empresarial – Rondônia Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia Empresarial – Rondônia Baixar Tabela de preços
SULAMÉRICA – COMPULSÓRIO – COM REMISSÃO – Ambulatorial e Hospitalar com Obstetrícia – Sem Coparticipação Empresarial – Rondônia Baixar Tabela de preços