dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual plano você precisa?

Plano de saúde precisará ter ouvidoria própria

Plano de saúde precisará ter ouvidoria própriaQuantas vezes você já teve um problema com seu plano de saúde e não conseguiu resolver da forma certa porque a empresa não tinha um canal de ouvidoria? Pois a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) tornou obrigatória a criação de uma ouvidoria própria para todas as operadoras de plano de saúde.

O intuito é solucionar com mais rapidez e eficiência todas as reclamações dos usuários de planos de saúde. Segundo Jorge Toledo, diretor da agência, as ouvidorias devem diminuir os conflitos existentes entre a operadora e o consumidor através do olhar mais estratégico de um ouvidor, ajudando a manter a credibilidade da empresa e deixando o cliente satisfeito.

Hoje em dia, as operadoras com mais de 100 mil beneficiários, consideradas de grande porte, já possuem este canal de comunicação, mas as que possuem menos de 100 mil usuários não aderiram totalmente ao canal, sendo que apenas 77% possuem uma ouvidoria própria.

Ainda segundo dados da ANS, 98,81% dos consumidores contam com o serviço de ouvidorias devido a estarem em operadoras que fornecem o serviço, sendo que, no Brasil, são 20,7 milhões de pessoas com planos exclusivamente odontológicos e 50,3 milhões de pessoas com planos de assistência médica.

Fugindo um pouco do tema, já tem seu plano de saúde? Faça aqui a cotação do seu plano.

Esta resolução que obriga a criação de ouvidorias é a Resolução Normativa nº 323 da ANS e foi publicada em 4 de abril de 2013. A partir de então o prazo é de 180 dias para que as grandes operadoras se adequem à norma e de 365 dias para as de médio e grande porte se ajustarem.

Dê a sua opinião:

O que acha da obrigatoriedade de uma ouvidoria no seu plano de saúde? Alguma vez você já precisou deste canal e não teve com quem contar na hora de resolver um problema? E quando acha que ele te ajudou?

Compartilhe esse artigo nas redes sociais:
O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *