dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual plano você precisa?

Planos de Saúde lideram ranking de reclamações

Recentemente foi divulgado o relatório anual do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, também conhecido como Idec, e de acordo as estatísticas, os planos de saúde estão liderando o ranking de reclamações, mais uma vez, aparecendo pelo décimo entre as lideranças da estatística. Foram 1104 reclamações que fizeram o setor estar na frente dos outros, representando uma porcentagem de 20%. Em 2012, com uma marca altíssima, de cerva de 20% das queixas recebidas pelo instituto, as razões eram diversas, mas especialmente sobre o mau funcionamento dos planos de saúde, em relação a prestação de serviço, cobertura e outros aspectos.

O Idec identifica que há mais de 10 anos os planos de saúde aparecem no topo do ranking, principalmente por causa do crescimento excessivo dos planos coletivos e porque há uma falta de regulação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Houve uma enorme propagação, principalmente dos planos de saúde do tipo C de assistência médica.

Neste temeroso ranking, segue em segundo lugar o setor financeiro, como cartões de crédito, consórcios, bancos e outros. No ano de 2012, o setor recebeu 844 reclamações que totalizavam 16% de todas as queixas recebidas. Nos anos anteriores, o setor financeiro também esteve entre os que lideravam o ranking. Dentre as principais queixas, as que mais aparecem é sobre a cobrança de serviços não contratados e cobranças indevidas de tarifas, portabilidade crediária, juros, endividamento, entre tantos outros.

Depois, em terceiro lugar, os produtos eletroeletrônicos, celulares e eletrodomésticos estiveram na vez das queixas sobre falhas na assistência técnica, garantia, defeitos e descumprimento dos prazos de entrega, totalizando 12% das queixas entregues ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Fugindo um pouco do tema, já tem seu plano de saúde? Faça aqui a cotação do seu plano.

O ramo de telecomunicações, como todo, obteve 579 queixas ou reclamações, obtendo 11% das reclamações e ocupando a quarta posição da estatística dos setores que obtiveram maior número de queixas. Dentre as maiores reclamações, a queda das chamadas e falta de sinal são as que lideram, entre a telefonia móvel. Quanto a telefonia fixa, cobranças de serviços não solicitados lideram as queixas do setor.

Para o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, o maior motivo das reclamações nas telecomunicações acontece porque há uma falha na interface ente o fornecedor dos serviços e os consumidores, além disso, a falta de informação e a ausência de fiscalização dos órgãos competentes para a regulação dos serviços.

No geral, os setores acima apresentados fazem um total de 59,1% das reclamações que foram recebidas tanto pessoalmente, como por email ou telefone. Foram 9.413 atendimentos e desse total, cerca de quase 5.500 queixas estão relacionadas às relações de consumo. O Instituto responsável pelo ranking, o Idec, avalia que os grandes responsáveis por todo esse número enorme de queixas e reclamações são as próprias empresas que não investem para um serviço ou produto de maior de qualidade, bem como, os órgãos que regulam a prestação dos serviços e da avaliação dos produtos.

A ABRAMGE, Associação Brasileira de Medicina de Grupo, representante das operadoras de plano de saúde, não aceita pacificamente a liberação dos resultados e acredita que é tendenciosa. Por meio de nota, a entidade revela: “A Abramge estranha os dados divulgados pelo Idec. Isso porque se trata de um instituto particular que vende serviços, especialmente para usuários de planos de saúde e, portanto essa mostra é viciada. E o resultado do estudo é tendencioso . Há mais de dez anos, o Idec insiste em acusar os planos de saúde de serem os campeões de reclamação, o que não corresponde à verdade”, argumentando que de acordo com o boletim divulgado pelo Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, divulgado recentemente, os planos de saúde (diferentemente do que ocorre com o ranking do Idec) aparece em 16o lugar nas estatísticas sobre queixas em relação às prestações de serviço.

Que tal cuidar da sua saúde agora? Aproveite e faça a cotação do seu plano de saúde.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais:
O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *