December 5 2013

Roberta Clarissa Leite

Quais são os piores e melhores planos de saúde de 2013

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou o Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS 2013), nesta segunda-feira(02). Esta análise de qualidade é anual e retroativa, ou seja, referente aos planos de saúde ativos e com beneficiários nos 12 meses do ano anterior. É um programa composto pela Qualificação Institucional e a Qualificação das Operadoras.

Os planos Unimed BH, a Unimed Regional Maringá e o plano de Petrobras foram os três planos com melhor pontuação.

O IDSS é um dos componentes do Programa de Qualificação da Saúde Suplementar da ANS, é extremamente útil principalmente para quem procura um plano e quer comparar o desempenho da companhia, ou para quem quer conferir a qualidade dos serviços de sua operadora.

Como é dada a pontuação

Diversos indicadores são avaliados, o índice varia de zero a um. A pontuação das operadoras é a seguinte: muito ruim (zero a 0,19), ruim (0,20 a 0,39), regular (0,40 a 0,59), bom (0,60 a 0,79) e muito bom (0,80 a 1,00).

No caso dos três planos que obtiveram melhor pontuação(muito bom), a classificação resultou assim:

• UNIMED BH, IDSS: 0,8621/ modalidade: Cooperativa médica;
• UNIMED Regional Maringá Coop.De Trabalho Médico, IDSS: 0,836/ modalidade: Cooperativa Médica;
• PETROBRAS, IDSS: 0,8038/ modalidade: autogestão

O que pesa na pontuação?

A ANS considera ainda quatro dimensões que pesam de maneira diferente nas notas: assistencial (peso de 40%), econômico-financeira (peso de 20%), estrutura e operação (peso de 20%) e satisfação do beneficiário (peso de 20%).

Entre os planos de saúde que foram classificados no grupo Bom (0,60 a 0,79), podemos citar: AMIL, UNIMED Londrina, UNIMED Paraná, CASSI, UNIMED Juiz De Fora Cooperativa De Trabalho Medico LTDA, UNIMED Rio Cooperativa De Trabalho Medico Do RJ LTDA, UNIMED Campinas, entre outros.

O IDSS é realizado desde 2008 pela ANS com a finalidade de melhorar o setor de saúde suplementar. De acordo com o diretor-presidente, André Longo, esse estudo é um incentivo à transparência e à concorrência do setor, possibilita o consumidor fazer as melhores escolhas.

Modalidades também são avaliadas

Outra classificação adotada para análise é a modalidade da empresa, as de autogestão são as que oferecem planos coletivos empresariais, as outras são operadoras que oferecem plano de saúde abertos para o público em geral.

De acordo com o glossário Temático da Saúde Suplementar do Ministério da Saúde, são essas todas as modalidades: autogestão, cooperativa médica, filantropia, medicina de grupo, seguradora especializada em saúde, operadora médico-hospitalar, operadora médico-hospitalar, operadora exclusivamente odontológica.

O cliente pode verificar os resultados analisados de seu plano no site a ANS, no Espaço de Qualidade e conferir a pontuação de desempenho do seu plano.

Os planos de saúde que receberam os índices mais baixos (ruim 0,20 a 0,39) foram:

• UNIMED Cuiabá, IDSS: 0,3565/modalidade: Cooperativa Médica;
• Empresa Brasileira De Correios e Telégrafos, IDSS: 0,352/modalidade: Autogestão.

Você já verificou a classificação do seu plano?

Artigos relacionados:

Sobre o autor: Roberta Clarissa Leite

Roberta Clarissa Leite é jornalista e radialista, com 10 anos de experiência em radiofonia, é pesquisadora de literatura popular do nordeste brasileiro. Lançou em 2010 o documentário Nordeste que Rima, premiado pelo Ministério da Cultura do Brasil. Uma de suas paixões é viajar e compartilhar suas experiências com o público, além de estar sempre interessada em aprender novas línguas.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário