ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Entenda tudo sobre a abdominoplastia

O Brasil é líder em realizações de cirurgia plástica, e entre elas, a abdominoplastia e as próteses mamárias são as preferidas das brasileiras. Se você está pensando em fazer uma abdominoplastia, descubra mais sobre esse assunto neste artigo.

Conforme dados publicados pela ISAPS – Sociedade Internacional de Cirurgias Plásticas Estéticas, no ano de 2017 as cirurgias plásticas atingiram 1,2 milhões de procedimentos realizados. Colocando o Brasil em segundo lugar no ranking mundial de intervenções cirúrgicas.

Entre todos os procedimentos realizados, os que lideram a lista são a abdominoplastia, as próteses mamárias, a lipoaspiração e a rinoplastia. Mas, hoje falaremos mais sobre a abdominoplastia, acompanhe este artigo e entenda tudo sobre esse procedimento.

Entenda tudo sobre a abdominoplastia

O que é e para que serve a abdominoplastia?

Um procedimento cirúrgico, que pode ser tanto de caráter estético quanto reparador, essa é a abdominoplastia. Realizada através de uma incisão horizontal próxima a região dos pelos pubianos e outra na vertical no sentido do umbigo e ao redor do mesmo.

Esta cirurgia é feita com o intuito de remover excessos de flacidez e pele, geralmente conquistados após a eliminação de muitos quilos ou sucessivas gestações. O tamanho dos cortes feitos na abdominoplastia, variam de acordo com a necessidade de remoção de pele, com a finalidade de remodelar o corpo.

A abdominoplastia não é um procedimento indicado para a eliminação de peso, logo, não deve ser indicada para esse fim. Mas, em muitos casos com a remoção da pele excessiva acaba sendo eliminado um pouco de gordura.

A cirurgia costuma levar de 2 a 3 horas, e o paciente deve permanecer no hospital de 12 a 24 horas, esse período de observação costuma variar de acordo com a cirurgia e as condições do paciente.

Esse procedimento cirúrgico normalmente é feito com o uso da anestesia ráqui ou peridural. No entanto, em casos mais complexos, onde existe a necessidade de uma remoção maior de pele ou, em alguns casos em que este procedimento é associado a outras intervenções cirúrgicas, é comum que a anestesia utilizada seja a geral.

Qual o tempo para a recuperação de uma abdominoplastia?

Como em qualquer outra cirurgia, os primeiros dias são os mais delicados. Além da necessidade do uso de um dreno por um período médio de 1 semana, para evitar o acúmulo de líquidos sob a pele onde a cirurgia foi feita. É interessante que o paciente faça algumas sessões de drenagem linfática.

Outras recomendações comuns são, manter o corpo curvado ao andar, sentar e dormir, por um período de 7 dias, a fim de evitar que os pontos sejam ‘puxados’. O uso de uma cinta modeladora por pelo menos um mês, para ajudar da modelagem do corpo, compressão dos músculos abdominais e evitar o inchaço e o acúmulo de líquidos.

Também é preciso evitar fazer esforços durante o período de recuperação. O tempo médio para uma recuperação completa de uma abdominoplastia é de 2 meses. E é fundamental que todos os cuidados recomendados pelo médico sejam seguidos à risca.

Como fica e quais são os cuidados com a cicatriz?

O tamanho e tipo da cicatriz dependerá diretamente da necessidade de remoção de pele. Em caso onde é preciso tirar uma pequena quantidade, o procedimento utilizado é chamado de mini abdominoplastia. Nos pacientes que possuem uma quantidade maior de remoção de pele, o procedimento a ser utilizado é a abdominoplastia clássica. Já as pessoas que necessitam de uma grande intervenção, o mais indicado é que se use o método chamado de abdominoplastia em âncora.

Abaixo é possível observar na ilustração a representação dos tipos de cicatrizes de cada um dos procedimentos citados:

Entenda tudo sobre a abdominoplastia

Para que a cicatrização aconteça da melhor forma possível é indicado ao paciente, pequenas caminhadas, em casa mesmo, para que a circulação sanguínea se mantenha em boas condições e o processo de cicatrização seja mais rápido.

É importante também que o paciente evite o consumo de tabaco e bebidas alcoólicas durante todo o período de recuperação, com o intuito de evitar a formação de edemas, e procure se alimentar de maneira saudável.

Para que a cicatrização aconteça sem manchas, é fundamental que a exposição ao sol seja evitada. Caso esta seja inevitável, o recomendável é utilizar um protetor solar com fator acima de 30 FPS.

Quais são os riscos da abdominoplastia?

Assim como qualquer outra intervenção cirúrgica, na abdominoplastia também existem riscos. Estes vão desde problemas simples até os mais graves. Veja a seguir alguns dos principais riscos da abdominoplastia:

  • Retenção de líquido;
  • Desequilíbrio estético;
  • Cicatrizes inconvenientes;
  • Danificação de nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões;
  • Abertura da cicatriz já totalmente fechada;
  • Perda da coloração natural da pele;
  • Inchaços e dores prolongadas;
  • Alterações na sensibilidade da pele e dormência;
  • Infecções;
  • Complicações na cicatrização;
  • Necrose do tecido adiposo e da pele;
  • Riscos relacionados a anestesia;
  • Riscos de trombose;
  • Problemas pulmonares e cardíacos;
  • Entre outros.

Portanto, é fundamental que você tire todas as suas dúvidas junto ao seu médico-cirurgião antes de realizar o procedimento.

Existem contraindicações para a abdominoplastia?

Sim, existem algumas situações em que a abdominoplastia não é recomendada. Mulheres que pretender engravidar logo, não devem realizar a cirurgia, assim como tabagistas, que possuem maiores riscos do desenvolvimento de necrose.

Pessoas obesas devem se submeter a um tratamento de emagrecimento antes de realizar a abdominoplastia. Pessoas com deficiência de colágeno também não devem realizar a cirurgia.

Preços da abdominoplastia no Brasil

Os preços de realização da abdominoplastia no país costumam variar entre 5 e 10 mil. A determinação final do valor de cada um dos procedimentos dependerá da necessidade do paciente, do médico escolhido e do local onde o procedimento será realizado.

O plano de saúde cobre abdominoplastia?

Nos casos em que a abdominoplastia é indica para a remoção do excesso de pele derivado de um grande emagrecimento, como o causado pela cirurgia bariátrica. Sim, o plano de saúde cobre a abdominoplastia.

Essa cobertura ocorre porque, dentro deste quadro a cirurgia é caracterizada como questão de saúde. Mas, sendo um caso meramente estético, as chances de conseguir realizar uma abdominoplastia através do plano de saúde são quase zero.

Abdominoplastia X Gravidez

A realização de uma abdominoplastia não impede a mulher de engravidar, no entanto, o mais recomendado é que a gestação aconteça apenas um ano depois da cirurgia. Essa recomendação existe porque durante a cirurgia, além de retirar o excesso de pele, muitas vezes os músculos abdominais são aproximados e costurados.

Esse procedimento é realizado durante a cirurgia para promover mais firmeza ao abdômen, por essa razão o mais indicado é que, se você pretende engravidar, faça isso antes da abdominoplastia.

Entenda que, engravidar após a abdominoplastia não é proibido, mas acontecerá de uma maneira difere. Veja quais são as diferenças mais significativas nessa situação:

  • O crescimento da barriga é menor, o que não interfere no crescimento do feto;
  • A mulher costuma sentir o abdômen dolorido com mais frequência;
  • As chances do surgimento de estrias são muito maiores;
  • E é possível sentir o bebê se mexer com maior facilidade e intensidade.

Muitas pessoas se preocupam em como a barriga fica depois de uma gestação com abdominoplastia. A verdade sobre isso é que, as chances da barriga voltar ao normal após a gravidez existem, mas, apenas em casos em que a mulher não ganhou muito peso e manteve sempre a pele muito bem hidratada.

Este artigo foi escrito para mostrar de uma maneira simples todos os principais tópicos sobre a abdominoplastia. Preparamos esse material, a fim de esclarecer um pouco mais as dúvidas mais constantes sobre a abdominoplastia. No entanto, se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, procure um médico e agende uma consulta. Ele poderá esclarecer muito melhor suas questões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.