Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Aumento nos custos das operadoras de plano de saúde

Um cálculo realizado indica que houve um aumento em mais de 15%. Vamos entender por que aconteceu esse fenômeno.

Foi apurado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar que os custos das empresas operadoras de saúde aumentaram em 15,4%. O Índice de variação Médico-Hospitalares (VCMH) foi medido nos últimos 12 meses e encerrado em março de 2015, ele pode até assustar, principalmente por ser muito superior a inflação geral do Brasil. Vale lembrar que a inflação nesse período foi aproximadamente 8%.

Aumento nos custos das operadoras de plano de saúde

Imagem: Getty

Esse aumento é assustador?

Os especialistas dizem que todo aumento é perigoso, principalmente se ele for repassado para os usuários. Mas, que este não é tão assustador quando é comparado com o mesmo período (março 2013-2014). Nesse período supracitado o valor do VCMH ficou em 18,2%.

No entanto, mesmo que o VCMH tenha reduzido três pontos percentuais, em relação ao ano anterior, ele ainda continua trazendo preocupação para as operadoras de plano de saúde. Estas por sua vez, precisam agir e montar um plano que amenizem os fatores que causam a alta no custo da saúde particular no Brasil.

As principais melhorias que as operadoras de plano de saúde precisam fazer são: Combater o desperdício e priorizar eficiência no setor.

Por que esse aumento aconteceu?

De acordo com o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar o cálculo do VCMH é o principal índice no mercado de saúde brasileira. O cálculo é feito analisando os dados dos planos de saúde individuais, leva em consideração a frequência de utilização pelos usuários e quanto custa cada procedimento realizado. Assim, quando um beneficiário do plano usa mais seu plano e os custos aumentam, o VCMH também aumenta.

Então, por que houve retração entre 2014 e 2015?

O superintendente do IESS, Luiz Augusto Carneiro, afirma que essa retração se deu devido à diminuição nas internações dos usuários dos planos de saúde. Tal diminuição foi exatamente de 3 pontos percentuais, deve-se ressaltar que as internações são responsáveis por 58% do VCMH.

Os gastos com consultas representam 11% do índice, no entanto, subiu 10,5%. Já os custos de terapias e exames aumentaram – respectivamente – 20,6% e 14,6% entre os anos de 2014 e 2015.

Este aumento vai chegar ao usuário de plano de saúde?

Carneiro afirma que esse aumento de custos pode chegar aos planos de saúde, mas que não é uma regra. É importante que os beneficiários fiquem atentos para que o aumento não seja exacerbado, e também evitem os planos de saúde coletivos, que possuem um aumento muito maior que o individual.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. É apaixonada pelo que faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.