Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Colágeno, protege as articulações e a firmeza da pele

O colágeno é essencial para a saúde e proteção das articulações, por suas propriedades que fornecem elasticidade e sustentação. Também preserva a firmeza da pele e a beleza dos cabelos.

O colágeno passou a se tornar popular por estar na propaganda de produtos para a pele e cabelo, como shampoos e hidratantes.

Entretanto, sua função é bem maior do que o benefício estético, atuando para o tratamento e prevenção de doenças que incapacitam para os movimentos do dia a dia, como a osteoartrite.

Colágeno, protege as articulações e a firmeza da pele

Imagem: Colágeno.

O colágeno tem a capacidade de fortalecer as cartilagens. Conforme afirmou a nutricionista Nadia Brito, do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, as cartilagens atenuam o atrito entre os ossos.

Quando elas estão comprometidas, ocorrem inflamações nas articulações desgastadas, principalmente joelhos, mãos, quadris e ombros. Essa situação piora com a obesidade e o envelhecimento.

Os alimentos são as nossas fontes primárias para a fabricação do colágeno. Ele é produzido pelas células chamadas de condroblastos, que transformam os aminoácidos glicina, prolina e hidroxiprolina, presentes nos alimentos de origem animal, em peptídeos.

São os peptídeos que dão origem ao colágeno, que amortece o impacto nas articulações.

Colágeno, protege as articulações e a firmeza da pele

Imagem: qualinova

A produção de colágeno, no organismo humano desacelera cerca de 1% ao ano, a partir dos 30 anos de idade.

E essa perda é ainda maior nas mulheres, depois da menopausa. O motivo é que o cai a liberação do hormônio estrogênio, produzido pelos ovários, que é responsável pela síntese do colágeno.

Cerca de 30% do colágeno é o total da diminuição nos primeiros cinco anos da menopausa, e nos anos seguintes, a redução é de 2%.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

Alimentos fontes de colágeno

É difícil calcular exatamente a quantidade de proteína necessária para cada indivíduo em sua alimentação diária.

Mas os especialistas afirmam que incluir os alimentos indicados garante a quantidade de proteína que o organismo necessita.

O que já está comprovado é que são alimentos de origem animal que constituem a fonte proteica para o colágeno, tais como: carnes vermelhas, peixes, frango, ovos, queijo, leite e iogurte.

Pelo menos um desses alimentos deve constar das principais refeições.

Alimentos fontes de colágeno

Imagem: altoastral

Existem outros alimentos que colaboram para que os aminoácidos ingeridos se convertam e reforço para a cartilagem.

Eles colaboram para a absorção e favorecem as reações químicas que transformam os peptídeos em colágeno, por serem fontes de vitaminas A, C e E, além de zinco, selênio, silício e cobre. São eles:

– Cenoura

– Pepino

– Laranja

– Limão

– Goiaba

– Frutos do mar

– Castanha-Do-Pará

– Nozes

– Arroz integral

– Aveia

– Cevada

– Alcachofra

– Cogumelos

Alguns produtos à venda em supermercados mencionam a presença de colágeno hidrolisado para sua formulação.

Neles os aminoácidos foram submetidos a um processo enzimático químico, para incorporação mais fácil pelo organismo.

Nutricionistas acreditam que são benéficos, desde que sejam certificados e produzidos por uma empresa idônea.

O colágeno faz parte de vários tecidos no nosso corpo, como a pele, as articulações, as unhas, o cabelo, o tendão de Aquiles, a conexão entre as costelas torácicas.

O consumo de proteína em uma quantidade suficiente mantém os níveis de colágeno estáveis.

Qual é a quantidade suficiente de proteína diária

A necessidade diária de proteína que uma pessoa necessita é de 0,8 gramas por quilo de peso corporal e isso significa que se você, por exemplo, pesa 60 quilos, precisa consumir diariamente 48 grs.

Essa quantidade representa bem mais do que uma porção de 250 grs de carne, por isso a necessidade de consumir mais alimentos que contenham proteína.

Alimentos fontes de colágeno

Imagem: Preparo de gelatina de mocotó de pés de galinha.

Se você sente alguma dificuldade relacionada ás articulações, é bom consultar um médico para saber se deve tomar um suplemento de colágeno.

Mas a melhor suplementação é aquela que vem através do aumento da ingestão de proteínas por alimentos que são ricos em colágeno, como ovos, salmão, carne de porco e bacalhau.

O colágeno é facilmente reposto também através da gelatina e do mocotó bovino, suíno e de aves, em sopas ou cozidos com legumes.

Colágeno, protege as articulações e a firmeza da pele

Imagem: altoastral

Suplementos de colágeno para articulações

Especialistas analisaram os suplementos de colágeno que são comercializados, para descobrir se realmente colaboram para melhorar as articulações e fortalecer os ossos e tecidos.

Com o passar dos anos, as articulações se desgastam e envelhecem. A partir daí muitos decidem fazer exercícios, por recomendação médica.

O esporte beneficia as articulações, promovendo um estado saudável que permita que possamos realizar os movimentos importantes para a nossa vida.

Existe também a opção de tomar suplementos de colágeno para melhorar as articulações. É importante saber se eles funcionam realmente.

Colágeno, protege as articulações e a firmeza da pele

Imagem: tudoela

Nossa vida sem boas articulações se torna muito limitada. Os membros tornam-se rígidos e não é possível levar uma vida normal.

Por isso, precisamos cuidar muito bem das articulações e apelar para os suplementos, porque é difícil ingerir o colágeno que precisamos apenas através dos alimentos.

Ao longo da vida, as articulações sofrem desgaste, devido ao sedentarismo, esforço repetitivo, sobrepeso, obesidade, lesões, etc.

O líquido sinuvial, que lubrifica as cartilagens perde nutrientes e resseca, o que faz com que as cartilagens das articulações se deteriore.

O colágeno ingerido através de alimentos ou em suplementos tem a função de oferecer o amortecimento para que não ocorra o desgaste doloroso dos ossos.

Alimentos fontes de colágeno

Imagem: tudogostoso

Os suplementos de colágeno estão sendo indicados pelos médicos para ajudar no tratamento da osteoporose, tendinite, artrose e outros problemas ósseos.

Uma das formas de suplementação têm sido as injeções, mas suplementos por via oral são mais fáceis de serem adotados.

Estudos têm demonstrado que os suplementos de colágeno funcionam, mas os resultados são percebidos com o tempo e requerem constância.

Além disso, é preciso tratar as causas do problema, como por exemplo, a obesidade. A dieta para emagrecimento é tão necessária quanto os exercícios, que fortalecem as articulações.

Entretanto, exercícios que causam impacto e desgaste devem ser evitados.

Os suplementos de colágeno atualmente são complementados com magnésio, uma associação que beneficia os ossos, articulações e tendões.

Reposição do colágeno para a pele

O colágeno mantém as células firmes e unidas, protegendo a firmeza da pele e a estrutura das unhas e cabelos, além de auxiliar o funcionamento do intestino e manter a pele hidratada.

Com a redução da produção de colágeno a apenas 35% da produção depois dos 50 anos, a pele começa a perder sustentação e o cabelo fica mais fraco.

Reposição do colágeno para a pele

Imagem: unisima

Reverter a situação ao que era quando tínhamos 20 anos é impossível. Mas a indústria farmacêutica e a medicina estética tem posto à venda muitas opções de medicamentos e cosméticos que estimulam a produção de colágeno e melhoram a aparência.

Há várias alternativas de tratamento e um médico dermatologista pode ajudar a escolher o melhor tratamento para sua pele.

Há várias apresentações de colágeno que podem ser acrescentadas à alimentação, como em barras, pó, cápsulas e shakes.

O ideal é que o suplemento seja indicado por um nutricionista, depois de uma avaliação sobre hábitos alimentares e a rotina individual. Quanto melhor for a alimentação, mais fácil é a absorção do colágeno pelo organismo.

Por exemplo, há melhores resultados quando adota uma dieta com vitamina C e D, água suficiente e exposição diária mínima de 10 a 30 minutos ao sol, fugindo do horário das 10hs às 16hs.

O colágeno hidrolisado é o tipo de suplemento mais indicado, porque é facilmente absorvido pelo sistema gastrointestinal.

O consumo de suplemento pode ter efeito colateral se a pessoa sofrer de alergia e tiver restrição alimentar, porque são produtos feitos a partir do colágeno de bovinos e suínos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.