dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?


ou ver Listas Patrocinadas

Conheça os sintomas da LER e os cuidados preventivos

LER é um problema decorrente do desgaste de estruturas do sistema muscular e esquelético. Ocorre frequentemente em condições de trabalho e afeta a saúde do trabalhador

Tanto as Lesões por Esforços Repetitivos ou LER, como os Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho, ou DORT são síndromes de movimentos repetitivos. Entretanto, a DORT é característica do ambiente de trabalho, onde se usa exaustivamente as estruturas musculares e do esqueleto.

Conheça os sintomas da LER e os cuidados preventivos

Imagem: Insularfitness

Há um grupo de doenças que compõem a LER, que provocam dor e inflamação, tais como: a tendinite, bursite, síndrome do túnel do carpo, tenossinovite, mialgias, dedo em gatilho, síndrome do pronador redondo, etc. São problemas que afetam músculos, nervos e tendões dos membros superiores e podem comprometer os movimentos e a capacidade de trabalho.

DORT, ou Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho, é uma condição de doença ocupacional de pessoas expostas a maior risco no ambiente de trabalho, tais como profissionais que usam intensivamente o computador, como digitadores, mas também os que trabalham em linhas de montagem e de produção.

Clique aqui e faça a cotação do seu plano de saúde.

A LER, ou Síndrome dos Movimentos Repetitivos, é desenvolvida por movimentos repetidos continuamente, especialmente quando exigem força para sua execução e postura inadequada. Os esportistas, músicos, mulheres que executam trabalhos manuais, de tricô e crochê, podem manifestar a LER.

Conheça os sintomas da LER e os cuidados preventivos

Imagem: Wikipedia

Há fatores que podem aumentar essas doenças no ambiente de trabalho, como as pressões para cumprimento de prazos, para aumentar a produção, aumento da jornada de trabalho e intenso ritmo de trabalho. A LER e a DORT precisam ser prevenidas e tratadas de acordo com a legislação existente de proteção à saúde do trabalhador, porque trazem implicações de ordem legal para as empresas.

Essas lesões são causadas pelo uso excessivo e constante do mesmo sistema musculoesquelético, sem que o organismo tenha tempo hábil para recuperação. São muitos os tipos de LER e DORT, mas a maioria atinge os punhos, cotovelos, mãos, braços e pescoço, atingindo os nervos, tendões e ligamentos desses locais.

Até chegar a um estado considerado grave, os sintomas evoluem de forma lenta. Geralmente o trabalhador vai sendo submetido a uma quantidade cada vez maior de trabalho. A princípio a dor ou sintomas desaparecem com o repouso do sono, mas com o tempo, os problemas vão se tornando mais graves. Os movimentos repetitivos e o uso de equipamentos pesados ou inapropriados, além da adoção de uma má postura, vão afetando a capacidade física do funcionário, não somente no trabalho, como na vida doméstica.

Que tal cuidar da sua saúde agora? Aproveite e faça a cotação do seu plano de saúde.
Características do LER

Imagem: Sma.med.br

Características do LER

O LER se caracteriza pelos seguintes sintomas:

  1. Dor
  2. Formigamento ou queimação
  3. Muito cansaço
  4. Adormecimento do local
  5. Inchaço
  6. Perda da força muscular
  7. Choques
  8. Falta de firmeza
  9. Enrijecimento
  10. Dormência
  11. Inflamação
  12. Aumento da temperatura 

Situações que podem levar à LER ou DORT

Apesar de nem sempre serem as causas diretas dessas doenças, algumas situações no trabalho podem desenvolver problemas sérios. São elas:

  1. Quando a função exercida força o trabalhador a posturas erradas, obriga a suportar peso excessivo e a ter comportamentos que prejudicam o seu sistema muscular e esquelético.
  2. Exposição a baixas temperaturas e efeitos provocados pelo uso de equipamentos de proteção para baixa temperatura.
  3. Exposição a ruídos elevados.
  4. Pressão exercida por ferramentas ou móveis de trabalho em nervos e tecidos moles.
  5. Má postura que estressa músculos, tendões, etc. Exigência de movimentos repetitivos. Movimentos que afetam as articulações e que impõem carga contínua.

A LER pode ocorrer a qualquer um de nós que passa muito tempo no computador. A postura e o movimento repetitivo podem levar a uma tendinite no punho ou na mão, que é típica da LER.  No caso da DORT, a diferença é que a doença se origem em funções do trabalho e deverá ser avaliada por um médico perito do trabalho. Esse médico examina o paciente, visita a empresa em que o profissional trabalha e analisa outras causas que podem concorrer para o problema, para concluir com exatidão sobre os motivos da doença.

Cuidados preventivos que você precisa conhecer

Imagem: Dataprev

Cuidados preventivos que você precisa conhecer

  1. O trabalhador precisa fazer uma pausa de 10 minutos, a cada hora de trabalho. A recomendação é praticar alongamento, principalmente para pernas, braços, pescoço e mãos.
  2. O trabalhador que trabalha sentado precisa de cadeira e mesa com medidas ergonômicas, isto é, que dê apoio a costas, braços e mãos e seja confortável. Essa condição deve ser providenciada pela empresa.
  3. O trabalhador precisa praticar uma atividade física. Isso reduz a possibilidade de lesão por esforço repetitivo – DORT. Os exercícios fortalecem a musculatura e aumentam a flexibilidade dos movimentos.
  4. Existem trabalhadores que desenvolvem quadros de LER/DORT como consequência de estresse, depressão e ansiedade. Os programas para redução do estresse também são preventivos para as lesões musculoesqueléticas.
  5. Se você trabalha sentado, procure manter as costas retas, com encosto confortável. Os ombros devem ficar relaxados, os punhos não devem ficar dobrados, as mãos devem apoiar levemente na mesa, sem apoiar demasiadamente o punho.
  6. Quem usa o computador para jogos também está sujeito a LER, tanto quanto as pessoas que trabalham. Evite ficar na mesma posição durante horas a fio.
  7. A LER também pode ocorrer na coluna lombar, no tendão do calcâneo, no esporão do calcâneo e no Neuroma de Morton, para pessoas que ficam muito tempo em pé, correm ou caminham muito.
  8. Procure relaxar as mãos durante o trabalho. Se digitar, alterne o uso do polegar direito com o esquerdo para acionar a barra de espaço do computador.
  1. Procure usar canetas e lápis que sejam confortáveis nas mãos, para não forçar o polegar.

Tratamento da LER e DORT

O tratamento é multidisciplinar e inclui medicamentos anti-inflamatórios, fisioterapia, repouso da função causadora do problema, repouso da estrutura muscular e esquelética comprometida.

Em quadros mais graves poderá ser necessária a aplicação de infiltração de corticoides na lesão ou até intervenção cirúrgica, para correção e tratamento. A melhor maneira de prevenir a LER é a aplicação dos conhecimentos da ergonomia, isto é, os estudos que demonstram qual a melhor maneira de realizar o trabalho sem comprometer a estrutura física do trabalhador, assegurando seu bem-estar juntamente com a eficiência.

O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.