Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

O desafio de emagrecer depois dos 40 anos

Muitas pessoas comentam que fazem dieta e não conseguem emagrecer. Precisamos descobrir porque isso acontece e qual a dieta que funciona depois dos 40 anos. 

Muitos de nossos conhecidos contam que ganham peso mesmo comendo bem pouco. Será que isso é possível? Para quem tenta emagrecer isso parece bem injusto.

O que precisamos saber é que depois dos 40 anos nosso corpo não responde da mesma maneira ao que ingerimos e às nossas atividades físicas. Especialistas em nutrição e condicionamento físico explicam essa condição especial do metabolismo depois dos 40 anos. 

O desafio de emagrecer depois dos 40 anos

Imagem: Pxhere

Todos nós já sabemos que qualquer dieta para emagrecer recomenda a ingestão de menos calorias do que gastamos em nosso dia a dia. Só que essa equação não funciona igualmente para todas as idades. Isso, que é chamado de balanço calórico negativo, depois dos 40 anos começa a não ter o mesmo efeito e, portanto, não basta fazer uma dieta muito restritiva.

Quanto ingerimos pouca comida, nosso corpo responde entrando em estado de alerta, interpretando que não está recebendo os nutrientes que necessita e a energia suficiente para que se mantenha saudável e vivo.

Em resposta, o organismo desacelera o seu metabolismo para estocar energia. O que isso quer dizer? É que comer pouco faz seu metabolismo desacelerar e acumular mais gorduras.

Alimento saudável

Imagem: Pxhere.

Mesmo comendo pouco seu metabolismo se equilibra e não deixa acontecer o emagrecimento. Até podemos emagrecer um pouco ao iniciar uma dieta, mas é normal que o peso rapidamente se estabiliza, para de emagrecer mais e até começa a ganhar todo o peso novamente e às vezes mais do que antes do metabolismo ter desacelerado.  

Como evitar que isso aconteça?

A pergunta imediata é o que devemos fazer para que isso não aconteça? A resposta é que a dieta para emagrecer depois dos 40 anos não pode ser radical, mas sim equilibrada. Ela deve gerar um balanço calórico negativo de leve a moderado, para que o corpo se mantenha saudável e com um bom nível de energia.

Precisa ser uma dieta que esteja de acordo com suas preferências físicas e culturais, para que seja adotada como estilo de vida, segundo a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, 2017.

Entretanto, é preciso mais do que dieta. Essa é a recomendação dos nutricionistas, depois dos 40 anos somente dieta não resolve para emagrecer. O que seria o segredo do emagrecimento nessa faixa etária está em combinar a alimentação equilibrada e saudável, ou seja, balanço calórico negativo moderado, com o exercício físico ideal para cada tipo de pessoa.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

Ou seja, não basta fazer qualquer atividade física. Não é somente uma caminhada curta que fará você emagrecer. 

Portanto, são necessários exercícios que ativam e aceleram o metabolismo.

Mulher meia idade

Imagem: Pxhere.

Para acelerar o metabolismo depois dos 40 anos

Para quem tem mais de 40 anos é importante saber que o metabolismo já não responde mais como antigamente. Se você é uma pessoa que continua a comer o que sempre comeu e continua a fazer as atividades que sempre fez e não consegue perder peso e até mesmo está engordando, saiba que o problema não é o que você faz, mas o que você não faz para acelerar o metabolismo.

Depois dos 40 anos, é natural que o metabolismo fique lento, porque a produção de hormônios não é mais a mesma, a rotina não é mais a mesma, seu corpo pode ter passado por cirurgias e grandes transformações, o ambiente não é mais o mesmo, com mais ou menos estresse e isso tudo interfere em como seu metabolismo trabalha.

Existem algumas alternativas para se ativar o metabolismo e conseguir perder aqueles quilinhos que se acumularam. Mas saiba quais são os sintomas de uma pessoa com metabolismo lento: muito sono durante o dia, acordar cansado, falta de energia para fazer atividades normais, desejo grande por açúcar e ganhando peso mesmo comendo pouco.

Algumas dicas para acelerar o metabolismo

Para acelerar o metabolismo existem várias estratégias simples e inteligentes para que você possa alcançar os resultados que deseja. Aqui vão ‘algumas dicas:

1ª Dica – Quantidade de água

A quantidade de água que bebemos interfere muito em nosso metabolismo. Beber pouca água provoca a desaceleração do seu metabolismo. A água deixa o nosso organismo equilibrado e permite o seu bom funcionamento. Esse bom funcionamento de todo o organismo permite que ele gaste mais calorias, mesmo em repouso.

2ª Dica – Alimentação

A quantidade certa de comida que você come. Parece contraditório mas não é assim. As pessoas que comem pouco, aqueles que possuem uma dieta muito rígida e restritiva, tendem a ter um metabolismo mais lento.

Isso acontece porque o corpo entra em alerta em resposta à falta de alimentos, entendendo que ele precisa sobreviver. Para economizar energia, já que ele está recebendo pouco alimento, o organismo tende a desacelerar o metabolismo e passa a estocar em forma de gordura o pouco alimento que se está comendo.

O importante, portanto, é comer as quantidades certas, nem pouco e nem muito, e com qualidade nutricional. Isso é o que fará seu metabolismo acelerar.

emagrecer após os 40 anos

Imagem: Pxhere

3ª Dica – Tempo de sono

As pessoas que dormem pouco tendem a ter o metabolismo mais lento. Estudos sugerem que pessoas que dormem menos de 6 horas por dia têm a tendência de acumular mais gordura e se tornar obesas.

Dormir pouco aumenta a produção do hormônio chamado cortisol, que interfere diretamente sobre o metabolismo. Hormônios como a grelina e a leptina também são afetados, sendo os responsáveis pela fome e pela sensação de saciedade.

Dormir pouco altera muitos hormônios, o que significa que a consequência vai muito além do que apenas o sono na sua saúde. 

4ª Dica – Exercício físico

Exercícios físicos de alta intensidade estimulam o nosso corpo a se tornar mais ativo e aceleram o nosso metabolismo. Não apenas isso, mas o exercício certo, na intensidade certa, estimula o seu corpo a queimar gordura não apenas enquanto está sendo feito o exercício.

O efeito do exercício perdura durante todo o seu dia, porque o exercício ativa o nosso metabolismo da maneira certa, para que o corpo responda ao longo de todo o dia.

Se você tem 40 anos ou mais e quer emagrecer, é importante que saiba que não basta apenas fazer dieta ou qualquer atividade física. É preciso adotar a alimentação certa e o exercício correto para ativar o metabolismo e emagrecer.

Regina Di Ciommo

Mestre e Doutora em Sociologia pela UNESP, pesquisadora na área de Ecologia Humana e Antropologia, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, foi professora em cursos superiores de Sociologia e Direito, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.