Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Dor na mão pode ser incapacitante, veja 5 maneiras de tratar

A dor na mão é um sintoma que pode ser originado diversas patologias, tais como: a artrite e a Síndrome do Túnel do Carpo, entre outras. Conheça as 5 principais maneiras de reduzir a dor nas mãos.

Dor na mão – quais são as causas?

A dor na mão ocorre quando se executa algumas tarefas, como digitar, escrever, tocar um instrumento musical ou até mesmo em repouso. Geralmente a dor surge depois de tarefas repetitivas de trabalho, como no caso de pintores ou dos que trabalham no computador usando o “mouse”. Ela pode acontecer na mão direita, na esquerda ou nas duas mãos, sendo que o lado dominante de uso é onde ocorre com mais frequência.

Dor na mão pode ser incapacitante, veja 5 maneiras de tratar

Imagem de andreas160578 por Pixabay

As causas podem ser diversas, tais como:

– Artrite

A artrite é a inflamação de uma ou mais articulações, sendo a principal causa da dor na mão. A artrite pode ocorrer em outras articulações do corpo, mas é mais comum na mão e no punho. Existem muitos tipos de artrite e as mais comuns são a artrite reumatóide e a osteoartrose.

A artrite reumatóide ou também chamada de reumatismo, é doença crônica. As mãos são as mais atingidas em suas articulações. Numa fase inicial ocasiona dor e rigidez articular, também levando a amortecimentos ou formigamentos nas mãos (parestesias).

A osteoartrose já é um problema que afeta as pessoas de mais idade, iniciando quando ocorre o desgaste progressivo da cartilagem.

– Tenossinovite estenosante

Também conhecida como dedo em mola ou dedo em gatilho. Essa é uma causa frequente de dor na mão. O movimento dos dedos ocorre quando os tendões deslizam nas bainhas ou túneis dos ossos. Quando os tendões não conseguem deslizar com facilidade, existe uma sensação de ressalto ao dobrar o dedo ou ele também pode ficar rígido em uma posição de flexão, o que está associado a forte dor na base do dedo.

Dor na mão pode ser incapacitante, veja 5 maneiras de tratar

Imagem de Free-Photos por Pixabay

– Síndrome do Túnel do Carpo

Essa é uma casa frequente de dor na mão e acontece quando o nervo mediano, principal responsável pela sensibilidade da mão, fica apertado no seu canal no punho. Essa situação causa dor na palma da mão e dormência no indicador, dedo médio, dedo anelar, somente com exclusão do dedo mínimo.

– Tenossinovite de De Quervain

Esse é um problema que afeta os tendões que rodeiam o dedo polegar, levando à dor no punho e na base do primeiro dedo. A inflamação dos tendões na base do polegar prejudica o seu normal deslizamento, provocando dor, inchaço, dificuldade em segurar com força usando o polegar.

– Neuropatia periférica

A neuropatia periférica causa dor, fraqueza e dormência nas mãos e nos pés. Ela resulta da disfunção dos nervos periféricos, que acontece em situações como infecções, diabetes, lesões traumáticas e problemas metabólicos.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

A neuropatia periférica pode se manifestar em um único nervo ou em vários nervos diferentes do corpo, tanto em nervos sensitivos, responsáveis pela sensibilidade térmica, táctil e dolorosa ou em nervos motores, que são responsáveis pelo controle do movimento muscular. O tipo da dor neuropática depende do nervo afetado. Nas mãos os sintomas são parestesias (dormência e formigamento), podendo se agravar para fraqueza muscular ou paralisia.

– Fenômeno de Raynaud

Esta é uma situação em que determinadas áreas, principalmente os dedos, ficam adormecidas e frias, uma resposta exagerada do organismo ao frio e aos stress, quando os pequenos vasos dos dedos se fecham de forma mais rápida e intensa do que o normal, levando a extremidades frias, dormência, formigamento, mudança na coloração dos dedos e dor.

Dor na mão pode ser incapacitante, veja 5 maneiras de tratar

Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

– Quistos sinoviais

Esse é um problema que afeta o punho e a mão, mas geralmente não é doloroso. Geralmente sua aparência é de um volume no dorso do punho, mas pode surgir também do dorso da mão, ao longo dos dedos ou na ponta dos dedos.

– Lesões traumáticas

As lesões na mão são muito frequentes, resultado da constante exposição dos membros a perigos, durante esportes, trabalho e nos acidentes.

A mão e o punho são formados por 27 pequenos ossos, que podem ser fraturados. A mão possui característica anatômica de ligamentos e músculos complexa, que pode ser afetada por inúmeras lesões, como resultado de trauma.

As fraturas na mão e lesões nos tendões e ligamentos podem evoluir de forma desfavorável se não forem tratadas corretamente. As consequências podem ser desastrosas para as funções da mão e, dessa maneira, o diagnóstico e o tratamento adequado são fundamentais.

– Outras causas de dor na mão

Além das patologias acima, podem existir outras causas de dor na mão, porém são menos frequentes, tais como:

– Gota

– Lúpus

– Radiculopatia cervical

– Tumores benignos nos ossos e partes moles

– Doença de Lyme

– Tumores malignos

Quando ocorre a dor na mão é preciso procurar um médico ortopedista, de preferência especialista em mão., para que seja feito um diagnóstico correto da patologia e ajustado um tratamento de acordo com a situação.

Após um traumatismo, é importante que seja feito um exame indicado por especialista, como uma radiografia da mão ou do punho, para verificar se ocorreram lesões.  Em alguns casos, pode ser necessária uma ressonância magnética (RM), para melhor esclarecimento da situação.

Quais os tratamentos para dor na mão

O tratamento para dor na mão vai depender da patologia existente. Um tratamento medicamentoso poderá reduzir a dor. Em outros casos, poderá ser necessário um tratamento cirúrgico. Existem também tratamentos alternativos, como acupuntura.

Nas fases de dor aguda, a administração de medicamentos para aliviar a dor pode se basear em analgésicos, como paracetamol, além de antiinflamatórios, como ibuprofeno.

O uso de imobilização específica apropriada pode ajudar e a fisioterapia também será bastante útil no tratamento.

Dor na mão pode ser incapacitante, veja 5 maneiras de tratar

Imagem de Nika Akin por Pixabay

Veja quais são as 5 principais maneiras de reduzir as dores nas mãos

 São soluções não cirúrgicas que aumentarão as atividades diárias e a independência.

A dor nas mãos é mais do que apenas irritante. A rigidez e o inchaço que acompanham a dor nas mãos podem minar a força e diminuir a capacidade de desempenhar funções de rotina, como abotoar roupas.

1 – Tala

Uma tala estabiliza a posição dos dedos, polegar ou pulso. Os especialistas ortopedistas da Harvard Medical School indicam o uso de uma tala por algumas semanas se a artrite surgir, para que a inflamação se acalme.

2 – Injeções

Uma injeção de corticosteroide em uma articulação pode reduzir a inflamação. O alívio que ele oferece pode durar até um ano. Para algumas pessoas, a quantidade de alívio diminui com as injeções subsequentes.

3 – AINEs – anti-inflamatórios não esteróides

 Um medicamento anti-inflamatório não esteróide ajuda a aliviar a dor nas mãos ao bloquear enzimas que produzem dor e inchaço. Os especialistas afirmam que não é eficaz para a Síndrome do Túnel do Carpo. O uso prolongado de AINEs orais, como o ibuprofeno (Advil, Motrin), está associado a úlceras, sangramento estomacal, lesão hepática e aumento do risco de ataques cardíacos. AINEs tópicos, como o diclofenaco (Voltaren), podem representar menos riscos.

4 – Calor e frio

O calor pode diminuir a rigidez da mão. Os ortopedistas indicam que um banho quente fará o trabalho. O frio é eficaz para dores nas mãos resultantes de atividades, como esportes. Deve ser aplicado na forma de compressas de gel flexíveis que você mantém no freezer, ou mesmo em sacos de ervilhas congeladas ou milho, que se adaptam bem às complexidades tridimensionais da mão.

5 – Exercícios e alongamentos

Eles se concentram nos tendões e músculos da sua mão. Um fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional pode guiá-lo através de exercícios para alongar e fortalecer os músculos, o que pode ajudar a absorver o estresse nas articulações da mão e reduzir a dor.

Regina Di Ciommo

Mestre e Doutora em Sociologia pela UNESP, pesquisadora na área de Ecologia Humana e Antropologia, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, foi professora em cursos superiores de Sociologia e Direito, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.