Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Ficar em forma em 2019? Veja 15 tendências fitness

Uma das metas mais comuns de Ano Novo parece ser entrar em forma e cuidar da saúde. Especialistas estabeleceram quais serão as atividades físicas mais eficientes e criativas, em alta em 2019.

Especialistas na área de saúde e bem estar destacaram as tendências em fitness, para aproveitar o momento em que o Ano Novo renova o interesse pela boa forma.

É um novo amanhecer, é um novo dia, é um novo ano e você também pode se sentir bem se fizer deste o ano em que você foi atrás da sua saúde, no ritmo da endorfina.

Veja o que está no horizonte para fazer você suar e ficar atraente em 2019.

Tendências fitness para 2019, segundo os especialistas da American College of Sports Medicine, em Indianápolis, EUA:

Ficar em forma em 2019? Veja 15 tendências fitness

Imagem: Getty

1 – Dispositivos eletrônicos

Incorporados à roupa ou adereços junto ao corpo, como pulseiras para contagem de batimentos cardíacos, relógios digitais e conectados à internet, roupas inteligentes, para conforto térmico.

2 – Exercício de alta intensidade

O exercício intervalado de alta intensidade está se tornando tendência. Ele envolve exercícios de alta intensidade em curtos períodos, com outros de menor intensidade e em tempos mais longos. Uma das opções da modalidade é o cross fit.

3 – Programas especiais para idosos

A população brasileira está vivendo mais e a atividade física está se tornando cada vez mais importante.

Entretanto, os treinos precisam ser adaptados e personalizados de acordo com as limitações das faixas etárias.

4 – Exercícios com pesos

Os treinos com pesos estão se tornando preferidos porque precisam de um mínimo de equipamentos, podendo ser improvisados e praticados em qualquer lugar.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

5 – Treinar com profissionais certificados

A orientação de especialistas para supervisionar e orientar os treinos está cada vez mais em alta, o que é muito recomendado.

Assim é possível escolher melhor os exercícios e entender os próprios limites físicos.

6 – Yoga

A prática da yoga é uma tendência que vem crescendo ao longo do tempo.

A yoga tem múltiplos benefícios, dentre os quais o ganho de maior flexibilidade, a melhora da postura e a diminuição da ansiedade.

7 – Treino funcional

O treino funcional se caracteriza pela prática de movimentos naturais, onde se adquire força e equilíbrio, adaptados às atividades diárias, como correr, pular, agachar, puxar, girar e empurrar.

A publicação Independent mostrou algumas maneiras divertidas e diferentes para você se movimentar em 2019, sugeridas por sua equipe de especialistas em saúde e bem-estar, confira:

8 – Rebounding” ou cama elástica

Este é um exercício que apareceu há aproximadamente 50 anos e a pesquisa demonstrou que ele trás muitos benefícios para a saúde.

Trata-se de um exercício cardiovascular em uma cama elástica, que foi descrito pela NASA como sendo “o mais eficiente e efetivo exercício já criado pelo homem” e está encantando celebridades diversas, como a rainha Madonna.

O exercício trabalha as nádegas, coxas e abdominais e desenvolve a força tanto quanto o levantamento de peso.

Dez minutos pulando são tão efetivos quanto 30 minutos de corrida. Esse exercício focaliza a construção de músculos, enquanto queima a gordura, o que compensa a perda muscular que ocorre a cada década da idade adulta.

Mais do que pular em um trampolim, cada grupo muscular é acionado, fortalecendo as articulações e dando ao corpo a habilidade de manter a postura correta e alinhada, com maior flexibilidade.

9 – Kangoo Shoes ou Sapatos de canguru

Se você quiser continuar a pular fora do estúdio e ao ar livre, o Kangoo Shoes são a forma de atender ao seu desejo.

Chamado de “academia de bolsa”, essas botas são desenvolvidas para atletas para reduzir o impacto nas articulações e na verdade substituem a sola do seu tênis com um trampolim.

Podem ser usadas para qualquer atividade em qualquer piso apropriado para corrida e satisfaz a todos os requisitos necessários para ser uma atividade que trabalha o corpo inteiro. É uma boa maneira de incrementar a sua resistência.

10 – Dança livre de salto alto

É a dança para as pessoas que normalmente se sentem bloqueadas pelo medo de ser desaprovado ou ser sexy, como se estivesse procurando atenção.

A dança livre ajuda as pessoas a se sentirem sexy e traz benefícios para a saúde.

Um dos principais movimentos é o agachamento e o salto. As pranchas, como são chamadas, podem ser demoradas, mas em saltos levantamos o peso corporal do chão, o que é essencialmente uma prancha dançante, enquanto que as ondulações de corpo são uma alternativa aos abdominais.

Dançar de salto trabalha os músculos da panturrilha e faz as pernas parecerem mais magras e longas.

11 – Pole Dance

A dança do poste tem sido utilizada como um exercício para mulheres ou em apresentações teatrais.

Mas atualmente sua popularidade cresceu entre os homens, que descobriram que “pole dancing” ajuda a obter muita massa muscular, mais força e poder no corpo.

A Pole Dance dá tônus aos quadris e glúteos e mais força a braços e panturrilhas. De início se aprende levantamentos e rodadas básicas, que são utilizadas em qualquer aula de ginástica.

Só é preciso manter a mão no mastro. À medida que se progride, se aprende a escalar, usar os quadris.

É preciso usar shorts para escalar e se prender com as canelas e panturrilhas e uma regata para liberar as axilas.

A força física aumenta após quatro a cinco semanas, vai ser possível notar músculos que você nunca tenha visto antes, o corpo reage rapidamente.

12 – Esgrima

A esgrima se apoia em ações coordenadas, de ataque, contra-ataque, desvios e bloqueios, que movimentam o corpo de várias maneiras.

Algumas posições são comumente adotadas em uma luta, mas outras são reativas, o que contribui para desenvolver a coordenação, pensamento e observação em frações de segundo.

Mesmo para quem não está em forma, quando mais se treina, mais flexível a pessoa se torna, por causa dos movimentos de ataque, que são repentinos e alongam tendões dos quadris e coxas e dão força às pernas, especialmente as panturrilhas.

13 – Escalada Indoor

A escalada interna envolve o corpo todo, para percorrer uma rota predefinida, utilizando mãos, pés, tronco e quadris para ir de um ponto ao outro, numa ampla gama de movimentos.

Para quem quer dar uma pausa no Pilates, yoga ou artes marciais, a escalada é bastante semelhante como movimento corporal como um todo.

O peso corporal constitui a resistência e o corpo precisa ser flexível para enfrentar os desafios que se apresentam.

Uma boa mudança física alcançada é a melhora da postura. Isso é muito positivo porque muitos de nós hoje em dia encurtamos os músculos flexores do quadril e desenvolvemos alguma forma de inclinação pélvica como resultado de ficarmos olhando para os computadores o dia inteiro.

É um esporte em que as mulheres se destacam em relação aos homens, já que os homens tendem a confiar na força, mas a escalada é uma combinação das técnicas de movimentos sutis que levam a alguém maximizar o rendimento de sua força.

14 – Aros ou bambolê

Você deve estar se perguntando como uma atividade que você gostava quando criança poderia te ajudar na idade adulta.

As pessoas costumam pensar nos aros ou bambolês como aqueles usados no playground quando criança, coisas frágeis de plástico.

Mas os aros de adulto são maiores em diâmetro, feitos de plástico mais sólido e não são tão saltitantes em torno de sua cintura. Eles também são mais pesados.

Como exercício, usa todo o corpo, queimando até 450 calorias por cada hora gasta no arco. Ele fortalece os músculos, trabalha seu abdômen e quadris e faz você mais flexível. Só porque parece fácil, não significa que seja.

Na verdade, pode demorar até encontrar o ritmo básico e a velocidade correta, já que as pessoas não percebem a rapidez com que têm que mexer os quadris.

Se você desacelerar, o arco cai. Mas assim que você encontra a maneira certa ele é ótimo, eleva o seu humor e é divertido estar perto de pessoas aprendendo a rotina juntos, ajudando um ao outro.

15 – Dança aérea

Na dança aérea, os alunos aprendem habilidades como inverter, criar bloqueios, fazer preensões e nós, usando cordas, aros e trapézios, que se baseiam no estilo pessoal e no conhecimento técnico para criar uma dança aérea.

Ela combina elementos de Pilates e movimento acrobático terrestre. Os cursos ajudam a fortalecer e alongar o corpo físico enquanto desenvolve habilidades motoras e coordenação, para uma capacidade de movimento mais ampla, o que requer e constrói uma enorme força de corpo inteiro.

O exercício desenvolve equilíbrio e percepção do próprio corpo não apenas no espaço, mas de cabeça para baixo e amarrado.

Categorias: Blog

Leia mais artigos sobre:

Regina Di Ciommo

Mestre e Doutora em Sociologia pela UNESP, pesquisadora na área de Ecologia Humana e Antropologia, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, foi professora em cursos superiores de Sociologia e Direito, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.