ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Atualmente, o jejum intermitente, em sua modalidade mais conhecida, a 16 por 8, está sendo adotado como dieta de emagrecimento. Existem alguns benefícios, mas cuidados precisam se tomados. 

A principal razão que faz as pessoas tentarem o jejum intermitente é perder gordura. Ele é atualmente um dos temas mais populares de saúde e boa forma. Além de perder peso, as pessoas estão usando o jejum para melhorar a saúde e simplificar o seu estilo de vida. Há estudos demonstrando que ele pode ter efeitos não apenas no corpo, mas no cérebro e pode até ajudar a ter uma vida mais longa.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: thehealthflash

A mais conhecida dieta de jejum intermitente é a escala 5 por 2, em que se adota cinco dias de alimentação normal e os outros 2 dias se faz semijejum. Outro formato está também começando a ficar popular, a versão 16 por 8 horas, em que se come normalmente em um período de oito horas e depois se pratica o jejum por 16 horas seguidas. Esse período de jejum é chamado de “janela”.

A janela mais adotada é entre 10 horas da manhã e 6 da tarde. Nesse intervalo você pode comer normalmente, consumindo o que quiser. Mas muitos estão decidindo praticar esse tipo de jejum todos os dias da semana e não apenas dois.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: healthfreedoms

Nas horas de jejum, ou janela, quem faz a dieta não pode comer nada e somente água ou chá são permitidos. A maior parte do jejum acontece no horário em que a pessoa está dormindo, por isso o sacrifício que a dieta possa representar é atenuado.

Estudos científicos, como o realizado pela Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram que o jejum pode ajudar na perda moderada de peso, de forma mais sustentável que outras dietas muito restritivas, apesar de advertir que o estudo ainda precisa ser confirmado por maior número de pesquisas.

O jejum não é novidade para a espécie humana

Os seres humanos têm praticado o jejum constantemente durante sua história evolutiva. Algumas vezes isso aconteceu porque não havia comida disponível. Além disso, ele também tem sido parte da maioria das religiões, incluindo o Islamismo, o Cristianismo, o Judaísmo e o Budismo.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: arqueologiaeprehistoria

Pensando bem, nossos ancestrais caçadores coletores não tinham supermercados, geladeiras e comida facilmente encontrada o ano inteiro. Algumas vezes eles não encontravam o que comer e, portanto, nossos corpos se acostumaram para poder funcionar sem comida por grandes períodos de tempo. Acima de tudo, jejuar de vez em quando é mais natural do que comer invariavelmente 3 a 4 refeições por dia.

Se você está pensando em praticar o jejum intermitente, precisa em primeiro lugar consultar seu médico, porque há algumas pessoas para as quais ele não é indicado.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: muscletech

Benefícios do jejum

O jejum intermitente se transformou na dieta da moda em 2018, o que pode até fazer você pensar que é uma dieta milagrosa. Parece que existem mesmo grandes evidências que suportam os benefícios das diversas formas de dietas de jejum. A perda de peso é muito citada como o benefício mais comum. Melhorar a pressão sanguínea, os níveis de colesterol, a sensibilidade à insulina e regular os processos inflamatórios, além dos testemunhos de uma melhor função imunológica e regeneração celular, são as outras vantagens encontradas nas várias formas de dietas de jejum.

Mas, é importante lembrar que não podemos considerar uma única abordagem que sirva para todas as pessoas, quando se trata de nutrição.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: bodyandsoul

Será que o jejum auxilia as condições da saúde?

Apesar de existirem alguns benefícios em jejuar, ele não é o a melhor opção para todos. Aqui vão 6 cenários comuns onde o jejum, como estilo de dieta, pode não ser o mais correto para você:

1 – Você já sofreu de alguma desordem alimentar, como anorexia ou bulemia

As restrições de tempo para as refeições ou a ingestão total de calorias não é recomendada para aqueles com histórico de desordens alimentares ou padrões de alimentação desordenados. Isto porque há um risco aumentado de voltarem os antigos hábitos ou aumentarem esses hábitos. Pelo contrário, é encorajada uma alimentação com um padrão regular e o consumo de refeições balanceadas.

2 – Se ele não se encaixa no seu estilo de vida

Veja se a dieta do jejum se enquadra no seu estilo de vida. Enquanto que para algumas pessoas ele se adapta incrivelmente bem, para outras ele não se encaixa em sua rotina. Pode ser que seus horários de trabalho tem momentos específicos quando é possível comer. Manter a rotina familiar das refeições é, também, muitas vezes importante e um desafio a enfrentar. Os seus hábitos alimentares precisam se encaixar facilmente com outras coisas que acontecem na sua vida, ao invés do planejamento de toda a rotina em torno dos horários em que é permitido comer.

3 – Se você tem a tendência de se habituar com uma alimentação pouco saudável

Algumas pessoas tentam dietas como as de jejum intermitente 16:8, mas depois percebem que acabam comendo em demasia, quando finalmente chega o horário de almoçar, passando a se sentirem mal durante toda a tarde. Outras começa a se tornar totalmente focadas apenas em comida, se tornando obcecadas por comer. Se isso soa familiar para você, o jejum pode não ser a melhor opção, devido à probabilidade de aumentarem os comportamentos alimentares menos saudáveis.

4 – Se você tem diabetes tipo 1

O jejum não é recomendado para aqueles com diabetes tipo 1, devido à ausência de refeições regulares. Se você tem essa condição e deseja experimentar o jejum, é importante que converse com sua equipe de cuidados médicos a respeito da melhor maneira de lidar com esse assunto, se for o caso.

5 – Se você estiver grávida

Já foi demonstrado que o jejum durante a gravidez não é uma boa ideia, devido ao risco de saúde para o feto.

6 – Se você simplesmente não quer…

Como muitas outras novas dietas em evidência, pode ser que você facilmente sinta que deve acompanhar a multidão, fazendo a mesma coisa. Nesse caso em particular, você pode decidir que vai fazer, porque existem situações em que ele é justificado. Entretanto, se você se encaixa nos grupos acima descritos, isso já representa um impedimento. E, se simplesmente você não quer praticar o jejum e prefere se alimentar de uma forma regular e rotineira, de acordo com cada dia, isso é também perfeitamente aceitável.

Jejum intermitente – por que fazer?

Segundo alguns especialistas, o jejum intermitente não é uma dieta, mas uma maneira de se alimentar. É um modo de escalonar suas refeições de forma que você consegue obter o máximo que elas oferecem. O jejum intermitente não muda o que você come, mas quando você come.

Saiba mais sobre jejum intermitente, a dieta da moda

Imagem: healthista

Por que vale a pena mudar os horários de quando você come?

Bem, principalmente porque é uma boa maneira, segundo os especialistas, de conseguir emagrecer sem entrar em uma dieta maluca ou cortar suas calorias sem resultados. De fato, na maioria das vezes você vai tentar manter as mesmas calorias quando inicia um jejum intermitente. A maioria das pessoas comem grandes refeições em um período mais curto de tempo.

Além disso, o jejum intermitente é uma boa forma de manter a massa muscular, ao mesmo tempo em que se emagrece. Alguns especialistas sugerem que restringir o consumo de alimentos a oito horas por dia gera uma restrição calórica moderada, e a perda de peso ocorre sem que os pacientes precisem ficar contando calorias.

Há também o jejum mais moderado, em que a alimentação é interrompida às 19h, voltando-se a comer na manhã seguinte, com resultados e benefícios. Segundo o serviço de saúde pública britânico, a perda de peso saudável não deve ultrapassar o ritmo de 0,5kg e 1kg por semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.