Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Como expandir o atendimento e manter a qualidade nos Planos de Saúde

As operadoras dos planos de saúde vêm enfrentando recentemente um dilema no desenvolvimento de suas atividades. Ele surgiu com a necessidade de expansão dos serviços e da infraestrutura, ao mesmo tempo em que deve ser mantida a qualidade do atendimento.

Esse não é um desafio que pode ser facilmente resolvido. Uma consequência dessa situação foi a decisão da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, de suspender novas contratações de usuários de Planos de Saúde para 301 planos de saúde, administrados por 38 operadoras, incluindo instituições de grande porte.

Como expandir o atendimento e manter a qualidade nos Planos de Saúde

Imagem: Getty

A medida foi tomada em consequência do grande número de consumidores insatisfeitos com a demora na marcação de consultas, realização de exames e cirurgias, fora do prazo determinado em normas da ANS.

As operadoras não poderão comercializar novos contratos durante três meses, até que consigam se organizar para atender seus clientes. O gargalo no atendimento dos usuários foi constatado também pela Associação Paulista de Medicina, em pesquisa que mostrou que 80% dos pacientes enfrentaram longas esperas, tanto em consultas como nos hospitais, demonstrando problemas no atendimento. A pesquisa em São Paulo é altamente significativa, pois o estado concentra 38,5% do total de usuários de planos de saúde do país.

No contexto desse clima de insatisfação, os profissionais de medicina resolveram se manifestar, por sentirem-se prejudicados pelo aumento na quantidade do público que procura atendimento, sem que isso seja, segundo eles, dignamente remunerado. As entidades de classe dos médicos criticam os valores pagos aos médicos e afirma que as negociações para reajustes nesse sentido têm sido muito lentas.

A Federação Nacional de Saúde Suplementar, que representa 15 grupos de operadoras de planos de saúde, declarou que foram concedidos aumentos regularmente para consultas e procedimentos médicos, respeitando índices acima da inflação, e acima dos reajustes anuais dos planos de saúde individuais. Assim o reajuste acumulado de 2005 a 2011 foi de 71,6%, enquanto que o reajuste dos planos de saúde foi de 66,5%. Nesse mesmo período, a inflação acumulada foi de 42,9%, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

A questão da ampliação do atendimento dos planos de saúde leva à discussão geral sobre a melhoria do atendimento à saúde no Brasil como um todo. Ao mesmo tempo em que o consumidor exige qualidade pagando preços que representam uma boa fatia de seu orçamento, os médicos também exigem ser remunerados à altura de sua qualificação. De qualquer maneira, essa será sempre uma equação difícil de ser resolvida enquanto o número de médicos cadastrados não crescer exponencialmente para atender a expansão da demanda de consumidores. Muitos médicos, diante dos valores pagos pelas operadoras, decidiram deixar de atender pelos convênios, o que torna mais crítico o limite operacional dos planos de saúde.

Resta saber como será resolvida a equação, já que o sistema público de saúde também não oferece opções que atraiam esses consumidores e na maioria das vezes paga aos médicos salários abaixo de suas expectativas. Este também é um desafio para profissionais da medicina recém-formados, que buscam se colocar no mercado de trabalho.

Artigos relacionados:

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

Categorias: Artigos

Leia mais artigos sobre:

Regina Di Ciommo

Mestre e Doutora em Sociologia pela UNESP, pesquisadora na área de Ecologia Humana e Antropologia, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, foi professora em cursos superiores de Sociologia e Direito, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

4 Comentários

Daniel Villete

Olá,

Deve existir um acordo entre as operadoras e os prestadores de serviço.É fato que os planos de saúde desonram os médicos e prestadores com honorários baixíssimos tentando assim suprir as suas necessidades. Logo então, acontece o que temos vendo atualmente, o consumidor sempre fique a mercê da situação.

Att.

Comentar
rosiane

Boa tarde,

Gostaria muito de adquirir o plano de saúde Bradesco, pois moro em Guaranta/MT, mas uso ele em Sinop/MT. Já tive esse plano e gostei muito dele.

Att.

Comentar
Veraildes

Boa tarde,

Meu plano de saúde é Unimed com co-participação, não consigo marcar os profissionais de qualidade e não consigo outro plano em minha cidade…

Grande dilema porque pago muito caro e não utilizo muito.Gostaria de saber outras possibilidades.

Grata

Comentar
Rodrigo Mark

Realmente não é um dilema fácil, entretanto não é impossível.
Deve existir um acordo entre as operadoras e os prestadores de serviço.É fato que os planos de saúde desonram os médicos e prestadores com honorários baixíssimos tentando assim suprir as
suas necessidades. Logo então, acontece o que temos vendo atualmente, o consumidor sempre fique a mercê da situação.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.