dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?


ou ver Listas Patrocinadas

Médico de família é novo diferencial em planos de saúde

No Brasil, o Médico de Família está começando a ser um diferencial para o mercado de atendimento dos planos de saúde, apesar de ainda estar em seus primeiros passos

Médicos de Família

Os especialistas que assim atendem são os médicos de família, um profissional que recebe formação para avaliar e tratar problemas de saúde física e também mentais e emocionais das pessoas, solucionando entre 80% a 90% dos casos. Na Europa, os médicos de família já são bem conhecidos e contam com todo o apoio da política pública oficial. No entanto, já existem cursos superiores para a especialidade de Médico de Família e Comunidade, como é o caso do que já existe na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no estado de São Paulo.

Médicos de Família

O que é o Médico de Família e Comunidade

Segundo a WONCA – Organização Mundial dos Médicos de Família (em inglês), a definição do que é Médico de Família e Comunidade é:

Clique aqui e faça a cotação do seu plano de saúde.
  • O profissional que é responsável por dar atenção integral e continuada a quem precisa de assistência médica, que pode contar com outros profissionais de saúde, caso seja necessário. Não deve limitar seu atendimento por idade, sexo ou diagnóstico, mas deve aceitar qualquer pessoa, atendendo o indivíduo no contexto da família, que é analisada no contexto da comunidade na qual está inserida. A atenção considera a situação do paciente em termos culturais, sociais, econômicos e psicológicos.

Além disso, há o atendimento de pacientes que chegam indiretamente aos seus cuidados, por se tratar de crianças, vítimas de violência ou abandono, vítimas de enfermidades transmissíveis, campanhas de rastreamento de doenças e campanhas de vacinação.

O Plano de Saúde Meu Médico

A Santa Casa Saúde, em Maringá, está lançando um modelo pioneiro e inovador, o Plano Meu Médico, num formato  de atendimento que é mais personalizado e que agrada seus beneficiários, por ser mais acessível e proporcionar maior proximidade entre o médico e o paciente.

A proposta e trazer mais qualidade à assistência à saúde. O plano é empresarial e atende a uma demanda do mercado de Maringá e região. O atendimento é contínuo, para garantir que seja realizado sempre por um médico de referência, oferecendo preços menores, em comparação com os planos já existentes.

No Plano Meu Médico, está disponível uma especialidade nova para os serviços médicos que costumam ser prestados. É o Médico de Família, que era o profissional clínico generalista, que antigamente exercia a medicina, atendendo a famílias, em bairros ou em cidades pequenas.

Que tal cuidar da sua saúde agora? Aproveite e faça a cotação do seu plano de saúde.

O plano Meu Médico iniciou em 2016 e já conta com 2.700 beneficiários, de empresas que aderiram. Muitos empresários e também trabalhadores entraram para o plano, depois de um período em que houve resistência. Atualmente, se tornaram clientes satisfeitos. Além disso, há avaliações de que houve redução na perda de horas de trabalho nas empresas, dentre as que aderiram ao plano, porque os problemas de saúde costumam ser resolvidos mais rapidamente, na primeira consulta.

Esse novo tipo de atendimento está também reduzindo o número de faltas no trabalho, o que leva à redução de custos para a empresa. A agilidade com que os tratamentos e acompanhamentos são feitos traz confiança no sistema e satisfação para os trabalhadores

O Plano de Saúde Meu MédicoCaracterística é o cuidado personalizado

A função do médico de família aproxima o médico do paciente, fazendo com que seu trabalho vá além de um diagnóstico ou tratamento. Há um vínculo que se fortalece, com o paciente e a família atendida. No plano de saúde em que é incluída a especialidade, o médico fica vinculado a um grupo de usuários do plano. Essa característica agrega aspectos pessoais ao acompanhamento de um paciente, que passa a ser contínuo e a longo prazo.

O cuidado personalizado com o paciente deve favorecer a prevenção. O médico de família faz a integração das diversas condutas de especialidades médica, para as quais o paciente é encaminhado, coordenando as ações em um sistema de informações.

A inovação deve mudar o costume já arraigado na população e no sistema de saúde como um todo, de ter que percorrer vários especialistas para solução de um problema de saúde. Esse modelo eleva os custos e dilui a atenção ao paciente entre vários especialistas, que nem sempre são os mesmos. No Canadá, por exemplo, 95% da população sabe o que significa realmente a expressão “meu médico”, o que não acontece em nosso país.

A Medicina de Família e Comunidade é um sistema de saúde

No sistema de saúde Medicina de Família e Comunidade a solução dos problemas de saúde é organizada por níveis de cuidado.

Com exceção de urgências e emergências, o tratamento começa pelo primeiro contato com o paciente. Conforme o caso, o médico de família orienta para que o paciente possa ser atendido através de interconsulta com outros profissionais de uma equipe de saúde multidisciplinar, que inclui nutricionistas, por exemplo.

As atividades de cuidado são organizadas para que respeitem o ciclo vital do indivíduo, e garantam continuidade do atendimento pelo mesmo médico de família ao longo da vida do paciente. São obedecidas as condições sociais e geográficas, para garantir a acessibilidade.

A relação entre médico e paciente é construída ao longo do tempo, considerando o contexto da comunidade. Essa relação é uma característica essencial para o bem estar do paciente e a humanização do tratamento.

A Medicina de Família e comunidade é um modelo centrado na pessoa, o que exige do médico desenvolver atitudes e habilidades comunicativas, para ter a capacidade de lidar e ter uma boa comunicação com diversos perfis de pacientes.

As decisões precisam ser tomadas considerando o contexto da comunidade e da família, utilizando critérios éticos e tecnologia adequada. A prática do Médico de Família deve solucionar problemas agudos e crônicos, considerando as probabilidades relativas ao meio que rodeia o paciente. A abordagem é integral, abrangendo a esfera não apenas biológica, mas psicológica, social e até espiritual. A característica é a transdisciplinaridade, para melhor atenção e prevenção.

Sistemas de atendimento mais personalizado

Sistemas de atendimento mais personalizado

Em outros países, principalmente na Europa, o atendimento de saúde à população se organiza de forma diferente do Brasil. São sistemas que garantem um atendimento mais personalizado, com um vínculo continuado entre médico e paciente.

Os pacientes são atendidos de acordo com o bairro em que mora. No caso da pessoa se mudar para outra região da cidade, deverá comunicar o fato à prefeitura, para que seu prontuário seja transferido. Dessa forma, seu acompanhamento não iniciará do zero, por um médico desconhecido. Suas informações estarão disponíveis, o que facilita a avaliação de sua saúde.

Médico de Família traz compromisso com o paciente

Na Medicina de Família há um conjunto de valores que a distinguem de outras especialidades médica.

  1. O Médico de Família assume um compromisso com a pessoa. Ele está disponível não importando a idade ou o problema de saúde. O compromisso segue depois do final do tratamento, com a cura da doença.
  2. Ao longo do tempo, o interesse do Médico de Família por seus pacientes transcende a questão da doença. A relação duradoura colabora particularmente para o sucesso da Medicina Familiar.
  3. O Médico de Família, para estabelecer seu diagnóstico da doença procura entender o contexto pessoal, familiar e social. Essa é uma condição que não existe no tratamento hospitalar convencional.
  1. O Médico de Família reconhece a oportunidade de prevenção em todo o contato com seus doentes, visto como um indivíduo doente em um grupo de risco. Há um empenho para manter seus doentes mais saudáveis.
  2. É um médico que está na base de uma rede comunitária, que inclui centros de apoio e cuidados de saúde, estruturas estatais, não estatais, formais e informais. Se o médico conhece e consegue gerir os recursos da comunidade em benefício de seu paciente, sua eficácia é muito maior.
  3. O encontro do médico com seu paciente pode ser realizado no consultório, no domicílio ou no hospital, conforme o tipo dos doentes.
  4. O Médico de Família é um generalista, que pode gerir recursos, porque, dentro de seus limites, controla o internamento hospitalar, o uso dos exames complementares, o envio a especialistas e a indicação de medicamentos. Deve buscar o máximo de benefício para seus doentes e para a comunidade. Pode planejar melhor os recursos disponíveis e suas intervenções.

O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.