Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Plano de saúde cobre fonoaudiologia?

Você tem se perguntado se o plano de saúde cobre fonoaudiologia ou outros procedimentos e tratamentos mais específicos? Então acompanhe este artigo e descubra a resposta para essa pergunta.

Para assegurar os direitos do consumidor, a ANS – Agência Nacional de Saúde – definiu o chamado Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

A lista indica todos os procedimentos e atendimentos que os planos de saúde devem cobrir, de acordo com sua segmentação.

E, é com base nesse Rol que podemos afirmar que o plano de saúde cobre fonoaudiologia.

Segundo as regras estabelecidas, todo plano de saúde deve oferecer atendimento fonoaudiológico.

Além das consultas, este atendimento inclui exames e tratamentos indicados pelo médico responsável.

Acompanhe este artigo e entenda melhor como essa obrigatória se aplica, quais são os procedimentos e tratamentos inclusos e o que exatamente essa especialidade da medicina trata.

Plano de saúde cobre fonoaudiologia?

Imagem: Getty

O plano de saúde é obrigado a cobrir fonoaudiologia

Desde 2016, a ANS ampliou o número de especialidades e atendimentos obrigatórios nos planos de saúde.

Para ser mais exato o Rol de procedimentos foi expandido em 21 especialidades no final de 2015, que passaram a ser obrigatórias no início de 2016.

Além do atendimento e tratamento fonoaudiólogo, a ANS garantiu a obrigatoriedade no atendimento de especialidades como: problemas oculares, atendimento a deficiência auditiva, tratamentos para câncer, atendimentos a problemas de incontinência urinária, problemas cardíacos, doenças inflamatórias e reumatológicas, e tratamento da dengue.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

O tratamento com o fonoaudiólogo que já era obrigatório, com essa nova regulamentação teve seu número de consultas ampliado, de 12 sessões para 24 para pacientes com problemas como agnosia e apraxia, de 24 sessões anuais para 48 para pacientes que possuem transtornos na fala e, de 48 para 96 sessões anuais para pacientes autistas.

Além disso, o acompanhamento nutricional para gestantes e lactantes também foi garantido, obrigando os planos de saúde a oferecer até 12 sessões ao ano para essas pacientes.

Como o plano de saúde cobre fonoaudiologia?

De acordo com as normas divulgadas naquele ano, os pacientes podem se consultar com o fonoaudiólogo periodicamente, sempre que necessário.

Há ainda regras para um público específico.

Quem possui transtornos da fala, de linguagem, ou gagueira, tem direito a participar de 48 consultas anuais com o fonoaudiólogo.

Já para indivíduos com autismo, o plano de saúde cobre fonoaudiologia em até 96 sessões anuais.

O mesmo número para aqueles que se submeteram ao implante de prótese auditiva ancorada no osso.

Em todas estas situações, o acompanhamento fonoaudiológico é fundamental para manter, principalmente, a capacidade de fala e audição dos pacientes.

Por isso, o plano de saúde cobre fonoaudiologia para uma série de procedimentos.

Um profissional capacitado pode, como citado, diagnosticar aspectos da comunicação humana, como a linguagem, a voz e audição.

Como no caso de crianças que possuem dificuldade em aprender as palavras, por exemplo, devem ser avaliadas por um fonoaudiólogo.

Além de descobrir a causa da dificuldade, o médico poderá indicar exercícios e outros métodos para a melhora da linguagem.

O que a fonoaudiologia faz?

A fonoaudiologia é a especialidade médica que estuda os processos de fonação e audição, além de compreender e tratar de seus distúrbios.

Ou seja, o profissional desta área, conhecido como fonoaudiólogo trabalha com vários aspectos relacionados a comunicação, mastigação e deglutição.

Por isso, muitas vezes pacientes com dificuldades em engolir ou mastigar são encaminhados ao fonoaudiólogo, uma vez que esses problemas se não tratados podem prejudicar de maneira grave a nutrição do indivíduo.

O profissional de fonoaudiologia é responsável por desenvolver atividades voltadas a melhora da saúde e qualidade de vida do paciente, seja através da prevenção, avaliação, orientação, diagnóstico e/ou terapia.

No caso de pacientes com problemas de mastigação e deglutição, cabe ao profissional tratar o erro para a melhora da qualidade de vida do indivíduo.

O problema de deglutição é chamado de disfagia, e tem como causas principais problemas de origem neurológica, doenças no músculo do esôfago e obstrução da faringe ou do esôfago.

No caso da voz, a fonoaudiologia pode auxiliar os indivíduos a projetarem a fala.

Por isso, a especialidade oferece atendimento interessante a jornalistas, atores, professores, cantores e outras pessoas que usam sua voz como “meio de trabalho”.

Além disso, o fonoaudiólogo pode avaliar a chamada motricidade orofacial.

Ou seja, as funções relacionadas à respiração, articulação da fala, sucção e mais.

Sem mencionar que esse profissional pode ainda trabalhar em conjunto com fisioterapeutas e psicólogos, em tratamentos multidisciplinares, que inclusive costuma apresentar resultados ainda mais eficazes.

Os órgãos responsáveis por regulamentar a especialização médica de fonoaudiologia são o CFFA – Conselho Federal de Fonoaudiologia  e o CREFONO – Conselho Regional de Fonoaudiologia, que varia de acordo com cada Estado.

Por isso, se você estiver buscando um atendimento com um médico específico procure se informar se ele está devidamente cadastrado junto ao seu conselho de classe e se seu atendimento é coberto pela sua operadora de saúde.

Qual a carência do plano de saúde para o atendimento fonoaudiólogo?

Se você acabou de contratar um plano de saúde sabe que existe uma carência para que determinados atendimentos e tratamentos aconteçam, e isso inclui os procedimentos fonoaudiológicos.

Caso você deseje ou necessite receber atendimento fonoaudiológico, o período de carência para isso aconteça, ou seja, o prazo que você é obrigado a esperar para ter direito a essa cobertura é de 24 meses caso estejamos falando de um problema ou doença pré-existente, ou de 6 meses se for um problema diagnosticado após a contratação do plano.

Esses prazos são estabelecidos pela ANS e devem ser respeitados por todas as operadoras de planos de saúde.

Se porventura a sua se recusar a cumpri-lo o mais indicado é que você notifique a Agência Nacional de Saúde sobre o ocorrido, para que ela possa tomar as providências necessárias.

Agora que você sabe que o plano de saúde cobre fonoaudiologia e conhece melhor todos os tratamentos e atendimentos previstos, assim como os números de sessões permitidas em cada caso, será muito mais simples garantir seus direitos.

Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. É apaixonada pelo que faz.

3 Comentários

Delma Thereza Donato Whyte Gailey

Olá! Nosso plano de saúde é de 1985 tendo sido reformado em 1996 e não consta serviços de fonoaudióloga é assim sendo responsáveis pelo convênio alegam que não posso utilizar dos préstimos da fono porque não consta em contrato. Está certo? Devido a problemas na deglutição por três vezes o SAMU foi chamado por perigo de morte por engasgamento com falta de ar. Necessário tratamento por fono conforme indicação do otorrino, psiquiatra e geriatra com relatório entregue na administração do convênio.

Att

Comentar
Andréia Silveira

Bom dia, Delma!

Obrigada por comentar no PlanodeSaúde!

Por favor, entre em contato com sua operadora para que possam tirar sua dúvida.

Se desejar fazer uma cotação de plano, visite nossa página e preencha o formulário clicando no link https://www.planodesaude.net/simular/ para que um corretor parceiro entre em contato com você.

Atenciosamente!

Comentar
Maria de Lourdes

Boa tarde,

Meu filho é autista, faz um acompanhamento com uma fono especialista no autismo, o plano dele me indicou uma profissional na época e ele não se adaptou, comecei com outra e pedi o reembolso, estava tudo certo, agora recebi um e-mail negando o reembolso e indicando a mesma fono que ele não se adaptou.
O que fazer, pois ele está tendo muito progresso com a atual.

Att.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.