dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?


ou ver Listas Patrocinadas

Plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro?

Curta e compartilhe esse artigo:

Se você está pensando em fazer um procedimento de fertilização, mas não sabe se o plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro, acompanhe esse artigo e tire suas dúvidas.

Alguns casais encontram problemas em terem filhos sozinhos, e para esses casais uma possibilidade muito viável é a fertilização in vitro. No entanto, esse é um procedimento um tanto caro para muitas pessoas, e por esse motivo, vale a pena pesquisar se o plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro.

Tentar ter um filho, faz parte do planejamento familiar, da mesma maneira que os meios contraceptivos também fazem. A Lei 9.656/98 garante que todos os planos de saúde são expressamente obrigados a cobrir atendimentos relacionados a planejamento familiar, incluindo, a fertilização in vitro. Por essa razão, sim, o plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro.

Para tal, não importa que o tratamento não esteja previsto no contrato de adesão do segurado, ou que estejam fora dos procedimentos previstos em resolução normativa pela ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar. O direito ao plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro é garantido por lei.

Plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro?

Entenda melhor a polêmica em torno da fertilização in vitro nos planos de saúde

Mesmo depois da instituição da Lei 9.656/98, que obriga todos os planos de saúde a custear procedimentos de planejamento familiar, incluindo assim, a fertilização in vitro. Alguns planos de saúde se negam a cobrir esse procedimento.

Isso porque a ANS, tempos depois, incluiu uma resolução na presente lei que excluía a inseminação artificial, das obrigatoriedades. Com base nessa resolução, muitos planos de saúde se negaram a cobrir tais procedimentos.

A Unimed cobre fertilização in vitro?

No entanto, mesmo com a negativa do plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro e de mais alguns planos. Muitos casais entraram na justiça, a fim de terem seus direitos garantidos, e tiveram sucesso.

Portanto, se você tem dúvidas ou receios sobre o plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro, fique tranquilo, pois existe uma lei que garante isso, mesmo que esse procedimento não esteja especificado no seu contrato de adesão.

Caso exista a negação do plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro, procure um advogado e entre na justiça para que seu direito pleno da realização de um planejamento familiar seja garantido.

A Constituição brasileira tem como seu fundamento, a proteção ao direito à vida com dignidade, e negar a possibilidade de um planejamento familiar, indiretamente, significa negar uma dignidade à vida. Isso significa que qualquer iniciativa que tenha a finalidade de dificultar ou impedir a concepção de quem deseja conceber uma vida, se caracteriza como uma afronta direta à constituição nacional.

Mediante isso, sim, o plano de saúde Unimed cobre fertilização in vitro, mesmo que ele se negue a tal, ele é obrigado por lei.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.


Curta e compartilhe esse artigo:
O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

3 Comentários

Glaucia Ruas Pereira

Oi,

Morro em Almenara, MG, estou com um cisto no ovário esquerdo e endometriose, há cinco anos estou tentando engravidar e não consigo, meu primeiro filho tem dezesseis anos, fiz o plano de saúde pela unidade, será que eu consigo engravidar e ter direitos nesta inseminação artificial?

Obrigada

Comentar
Sanaira Silveira

Boa tarde Glaucia,

Obrigada por comentar no PlanodeSaúde,
Para fazer uma cotação de plano, visite nossa página e preencha o formulário clicando no link https://goo.gl/KvZ8Rp para que um corretor parceiro entre em contato com você e tire suas dúvidas.

Atenciosamente

Comentar
Sales

Olá,

Muito bom o artigo.
Já existe decisão judicial nesse sentido?
Qual o numero do processo?

Obrigado

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.