Descubra o preço
do seu Plano

Descubra o preço do seu Plano

Qual plano você busca?

Veja como funciona um Plano odontológico

Uma dor de dente pode virar uma grande dor de cabeça! No entanto, se você tiver um plano odontológico, isso poderá ser rapidamente resolvido. Veja aqui dicas para escolher um que se adeque melhor ao seu perfil.

Qualquer pessoa quer se olhar no espelho e sentir bem com o que vê, por isso é comum encontrar quem invista em tratamentos estéticos, academia, roupas que combinam com seu estilo e mais.

Isso tudo ajuda muito, porém, não existe um cartão de visitas mais eficiente do que um sorriso saudável e bonito.

No entanto, nem todo mundo está sempre atento às necessidades básicas para conquistar e manter um sorriso bonito e saudável.

Na verdade, é comum as pessoas acabarem esquecendo de cuidar com mais atenção da saúde dos dentes, afinal, eles ficam escondidos na boca; o que faz com que muita gente procure um dentista apenas quando surge uma dor ou algum outro problema capaz de incomodar muito.

Geralmente, esses problemas nos dentes começam com uma simples placa bacteriana que acaba evoluindo para uma cárie bem doída, capaz de se transformar em um verdadeiro pesadelo, se não tratada a tempo, podendo levar, inclusive, a um tratamento de canal ou extração.

Para evitar esse tipo de problema, que além de gerar muita dor, pode trazer um imenso prejuízo e problemas ainda maiores relacionados a autoestima e qualidade de vida, vale a pena contar com um bom plano odontológico.

Se você entende como isso é importante, mas não faz ideia de como escolher um convênio odontológico que além de bom caiba no seu orçamento, acompanhe este artigo.

Plano odontológico | Planodesaude.net

Imagem: Getty

Por que contratar um plano odontológico?

Uma boa saúde bucal, além de garantir mais facilmente um belo sorriso, ainda previne uma série de doenças e problemas que podem começar na boca e se alastrar para outros órgãos como o coração, por exemplo, além, claro, de prevenir questões emocionais, garantindo ainda mais qualidade de vida.

Não, você não leu errado, muitos problemas odontológicos simples podem evoluir para casos mais graves, onde as bactérias comumente encontradas em nossa boca acabam caindo na corrente sanguínea e atingindo outros órgãos, causando doenças e problemas de saúde ainda mais graves.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

A melhor maneira de prevenir esses problemas é contanto com um convênio odontológico.

Com ele você pode realizar visitas periódicas ao dentista, mantendo a saúde dos seus dentes sempre em dia.

São muitos os problemas que podem se agravar e trazer consequências maiores, além de muita, muita dor.

E, por mais que muitas pessoas achem que custear um convênio ou um plano de saúde com dentista dói muito no bolso e, justamente por esse motivo, acabam deixando o tratamento dentário de lado, isso não pode ser motivo para deixar o cuidado de lado.

Afinal, dependendo do tratamento necessário, pagar por ele de maneira particular pode ter um preço muito mais alto do que seria se você tivesse um plano odontológico.

Ou seja, custear um plano de saúde com dentista vale muito mais a pena quando o assunto é manter uma boa saúde bucal e conquistar um belo sorriso.

Diferentemente do que a maioria das pessoas acredita, contar com um plano odontológico é tão importante quanto ter um plano de saúde, afinal, nunca se sabe quando você vai precisar de um dos dois.

Além disso, os dentes são uma parte muito importante do nosso corpo e estão altamente relacionados com nossa qualidade de vida e nossa boa saúde.

Por isso, um plano odontológico pode ser a garantia de que você não vai ter dor de dente (sem ter tratamento) nem muito menos dor de cabeça.

Como funciona um plano odontológico

Os convênios odontológicos foram criados no Brasil com a finalidade de dividir com os contratantes os custos de seus tratamentos odontológicos, uma vez que, de fato, eles não costumam ser baratos.

Por isso, é comum encontrar planos que cobrem alguns procedimentos mais simples e, custeiam até 50% do valor de tratamentos mais complexos.

A maior parte dos planos odontológicos, assim como os planos de saúde, possuem um período de carência para determinados atendimentos, uma lista de procedimentos inclusos e um limite para determinados atendimentos e procedimentos.

Embora esses limites sejam comuns, é importante que você esteja atento a eles, pois, geralmente eles são determinantes para a formulação do valor mensal a ser pago pelo plano.

Outro ponto importante a ser mencionado sobre o convênio odontológico é o preço.

Antigamente o tratamento odontológico era privilégio para os mais abastados, porém hoje em dia isso funciona de uma maneira diferente.

Existem clínicas dentárias que possuem licenciamento e oferecem planos de tratamento odontológico a preços acessíveis e um parcelamento bem amigável.

Atualmente, é possível encontrar diversas ofertas de serviços, coberturas e valores referentes a planos odontológicos.

Ou seja, o baixo orçamento não é mais uma desculpa para não promover toda a atenção necessária à saúde da sua boca.

Quais os benefícios que um convênio odontológico pode trazer?

Muitos procedimentos que antes eram dolorosos, demorados e muitas vezes possuíam um tempo de “vida útil” pequeno, mudaram com o passar dos anos e os avanços tecnológicos na área da odontologia.

Atualmente é possível encontrar tratamentos simples e praticamente indolores para as mais diferentes situações, desde obturações até implantes.

A odontologia avançou tanto nos últimos anos que o que sempre foi um tormento para muitas pessoas, a dentadura, pode ser substituída por algo muito mais bonito e seguro: o implante dentário.

Além de mais seguro e esteticamente muito mais natural, o implante também é indicado quando há perda de um ou vários dentes ou quando não se está satisfeito com a mastigação ou próteses mal colocadas.

Esse tipo de tratamento pode ser um pouco mais extenso, e certamente muito mais caro que as próteses móveis, comumente conhecidas como dentaduras, no entanto, muitos dentistas garantem que não é tão doloroso quanto se imagina e a chance de rejeição é mínima.

É claro que toda essa tecnologia odontológica tem um preço, que muitas vezes não é baixo e é justamente aí que está o maior benefício de contar com um plano odontológico.

Esse serviço torna o acesso a esses e muitos outros procedimentos muito mais viável, independentemente da sua situação financeira.

Sobre os implantes dentários, é possível que você esteja se perguntando: quanto custa esse procedimento?

Infelizmente, ele não é barato e ainda não são muitos os planos odontológicos cobrem implantes dentários.

No entanto, muitas clínicas oferecem parcelamentos bem facilitados.

O custo vai depender de cada caso, da quantidade de implantes na escolha dos materiais da prótese.

Porém, é um consenso que a vantagem de possuir um implante supera inúmeras vezes o custo de colocá-lo.

Como contratar um plano odontológico?

Se você está considerando contratar um plano odontológico, saiba que esse é o melhor caminho para garantir a saúde pela da sua boca e dentes.

No entanto, existem algumas dicas e passos interessantes a serem tomados nessa contratação.

O primeiro deles é definir o número de pessoas na sua família que precisa desse tipo de assistência e quantas vezes vocês pretendem visitar o dentista durante um ano, além de fazer uma pequena lista dos procedimentos e tratamentos mais importantes para vocês.

O passo seguinte consiste em começar a pesquisar entre as empresas disponíveis quais são as ofertas de serviços e preços entre elas.

Para isso, o caminho mais simples é solicitar orçamentos de contratação para plano odontológico.

Se você quiser facilitar essa parte, conte com os colaboradores do nosso site para te ajudar.

Depois de receber todas as cotações solicitadas é preciso comparar com atenção cada uma delas.

Isso lhe ajudará a encontrar aquela que possuam os serviços mais adequados as suas necessidades com um bom preço.

Se o seu caso não requer implantes, não há com o que se preocupar.

Casos mais específicos também podem estar no seu perfil, porém, como os planos de saúde, quanto mais serviços, maior o preço.

Diferente dos planos de saúde, a maioria dos planos odontológicos não cobram por faixa etária e sim por tipo de serviços.

Por isso, vale muito a pena pesquisar e procurar sempre por empresas confiáveis que tenha licença para oferecer o plano odontológico.

Assim, não vão faltar motivos para você sorrir!

Além da lista de procedimentos, os valores, o período de carência, tempo que é necessário esperar para utilizar os serviços oferecidos pelo plano, e a legalidade e idoneidade da empresa é importante que você esteja atento também a qualidade da prestação de serviços da operadora do plano odontológico e sua rede credenciada.

Procure saber onde se encontram os profissionais e clínicas que atendem através do convênio odontológico, e busque informações como acesso a eles e qualidade de seus serviços, antes mesmo de contratar o plano odontológico.

E não se esqueça: se mesmo depois de pesquisar você não encontrar planos com os procedimentos mais complexos necessários para você, sempre é possível conversar com seu dentista e com o seu corretor e negociar, acredite, ninguém quer perder um cliente.

Procedimentos inclusos no plano odontológico

Entre os procedimentos mais comuns que um plano odontológico cobre, estão:

  • Consultas, inclusive urgência e emergência;
  • Odontopediatria (para crianças);
  • Periodontia (tratamento gengiva);
  • Limpeza, aplicação de flúor e prevenção;
  • Raios X (incluindo periapicais e panorâmicos);
  • Tratamento de canal;
  • Cirurgias e extrações;
  • Restaurações;
  • Tratamento de canal;
  • Instalação de aparelho ortodôntico e documentação completa;
  • Clareamento de dente.

Confira quais os procedimentos que serão cobertos pelo seu plano odontológico e veja se vale a pena contratá-lo.

Para facilitar, faça várias cotações para saber qual a empresa que oferece um plano mais completo e um preço melhor, conforme suas necessidades.

Se você não quiser ficar buscando em cada empresa um plano mais adequado, faça a sua cotação aqui no PlanodeSaúde.net e receba a melhor simulação para o seu perfil.

Assim você poderá escolher um plano que ofereça o que você realmente precisa e só paga pelo necessário a você e sua família.

E o plano odontológico empresarial, como funciona?

Muitas empresas estão adquirindo o plano odontológico empresarial, já que os colaboradores reconhecem esse benefício, como um diferencial da empresa.

Oferecer benefícios como esse é essencial para manter os funcionários, uma vez que a rotatividade de colaboradores interfere diretamente na produtividade de qualquer empresa.

Sem contar que, ao oferecer bons benefícios para seus funcionários, uma empresa consegue manter sua equipe satisfeita e motivada, o que gera um retorno positivo, economicamente falando.

Além disso, as pessoas estão se conscientizando sobre a importância de cuidar da saúde bucal de forma preventiva.

O trabalhador, por sua vez, passa a contar com os serviços oferecidos dentro do plano, com um valor muito baixo para ela, e com benefícios para o profissional, que muitas vezes seriam inacessíveis, muito mais em conta e descontados diretamente na folha de pagamento, sem gerar impacto no salário.

É interessante dizer que as empresas podem optar entre duas modalidades: a facultativa e a compulsória.

Na facultativa, o funcionário pode decidir se vai ou não optar pelo plano.

Já na compulsória, todos os colaboradores precisam fazer parte da apólice.

E para melhorar, é possível incluir dependentes no plano odontológico empresarial.

Além disso, na maior parte dos casos os funcionários também podem optar entre o plano básico e o premium, conforme suas necessidades.

Não é à toa que o plano odontológico tem sido o terceiro benefício mais solicitado nas organizações.

Na frente dele, está apenas o plano de saúde e serviços voltados para alimentação como VA – Vale Alimentação (aceito em padarias, mercados, açougues e comércios que vendem alimentos a serem preparados) e o VR – Vale Refeição (aceito em restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos que fornecem refeições prontas).

Conforme a ANS – Agência Nacional de Saúde, órgão governamental responsável por regulamentar o setor de planos de saúde e planos odontológicos, houve um aumento de 700 mil segurados no segmento em 2010 para 16,4 milhões em 2016.

Além disso, segundo o departamento de Economia do Sinog, este foi o setor que mais cresceu nos últimos cinco anos, para se ter uma ideia, entre o período de dezembro de 2017 até dezembro de 2018, houve um crescimento de 6,2%.

Isso significa que, até o final de 2018, o segmento dos planos odontológicos atingiu a incrível marca de 24,2 milhões de benefícios em todo o Brasil.

Aproveite e ofereça já o plano odontológico para os seus colaboradores!

Faça a sua cotação aqui em nosso site PlanodeSaúde.net.

3 Comentários

Maria Aparecida Silva

Olá, quero um plano odontológico que cubra prótese em porcelana, plano de saúde já tenho pela Unimed.
Atenciosamente, Aparecida.

Comentar
karina ribeiro

Bom dia,

Gostaria de saber qual plano de saúde vocês podem me indicar e que faça implantes.

Obrigada.

Comentar
fabiana freire

Olá,
Gostaria de receber as cotações dos preços dos planos odontológicos.
Obrigada.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.