ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre fototerapia?

Você sabia que plano de saúde cobre fototerapia? Só que existem regras para o tratamento, já que a cobertura não é sempre obrigatória. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa!

O plano de saúde cobre fototerapia porque a opção está listada no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). O Rol é uma lista de procedimentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde no Brasil.

Há, no entanto, algumas regras para o uso da fototerapia. Para começar, o plano de saúde contratado precisa ser das segmentações Ambulatorial ou de Referência. As segmentações também são determinadas pela ANS, e contam com diferentes atendimentos.

Ao mesmo tempo, é preciso que a terapia seja utilizada para o tratamento de psoríase ou vitiligo. As condições de pele podem se beneficiar bastante da alternativa, quando essa for indicada pelo médico.

A segunda regra citada existe porque a fototerapia também pode ser utilizada, por exemplo, para combater rugas e manchas na pele. Contudo, nenhum plano de saúde cobre procedimentos estéticos. Logo, é preciso que a indicação do procedimento tenha efeitos na saúde do paciente.

Plano de saúde cobre fototerapia?

O que é a fototerapia?

A fototerapia é realizada por meio da aplicação da luz LED sobre a pele. Além das indicações já citadas, ela costuma ser utilizada para o tratamento de linfomas cutâneos de células T, esclerodermia, caspa, urticária crônica e outros. Esses problemas, porém, não aparecem listados no Rol, e não há garantia de cobertura do tratamento por este método. Por isso, é necessário consultar o seu contrato e operadora.

Quando utilizada contra o vitiligo ou a psoríase, a fototerapia pode ser associada a outros medicamentos sistêmicos, como os retinoides. Geralmente, são realizadas algumas sessões por semana.

Plano de saúde cobre fototerapia, mas negou o atendimento. O que faço?

Há situações em que, mesmo com a indicação médica, o plano de saúde se nega a cobrir a fototerapia. Se utilizada contra o vitiligo ou a psoríase, porém, a técnica deve ser custeada.

Dessa forma, o usuário deve exigir o cumprimento do determinado pela ANS. Para isso, ele pode fazer uma reclamação na agência. Como regula os planos de saúde no País, a instituição pode intervir em nome do consumidor.

SAIBA O PREÇO DO SEU PLANO DE SAÚDE

Qual seu tipo de plano?

Solicitar

Outra opção é solicitar o auxílio do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) da sua cidade. Finalmente, o usuário pode entrar com ação judicial contra a empresa. Como se refere a uma questão de saúde, esse tipo de decisão costuma ser realizada em prazo menor do que o comum.

Agora você já sabe que o plano de saúde cobre fototerapia. Procure seu médico e verifique se esta é a melhor alternativa para o seu tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.