dcsimg

ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?


ou ver Listas Patrocinadas

Qual a carência da cirurgia bariátrica no plano de saúde?

Quem está acima do peso, muitas vezes, recebe indicação médica para realizar uma cirurgia de redução de estômago, mas a carência da cirurgia bariátrica no plano de saúde pode ser um empecilho.

Isso porque ao contratar um serviço de assistência médica, o beneficiário precisa aguardar prazos para utilizar os serviços.

No caso de cirurgias, essas são estão disponíveis 180 dias, após a contratação do serviço e ainda existem 2 exceções que não são cobertas:

  • Procedimentos estéticos;
  • Doenças pré-existentes (o prazo nesse caso é de 2 anos).

Isso ocorre para que os planos de saúde possam se adequar aos novos clientes e assim atender toda a demanda com qualidade.

Clique aqui e faça a cotação do seu plano de saúde.

Tal prazo não é escolhido ao acaso, ele é regulamentado pelo Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e válido para todas as operadoras de saúde que atuam em território nacional.

Cabe ao médico que acompanha o paciente identificar se há ou não a necessidade da realização da cirurgia bariátrica. Tal definição não é feita apenas considerando o ICM do paciente, são levados em conta outros fatores, tais como doenças e riscos que o paciente esteja correndo.

Após a solicitação do médico, é comum que as operadoras analisem o caso e façam a liberação da cirurgia, de acordo com as coberturas contratadas pelo cliente e necessidade do paciente.

Vale ressaltar que somente os planos que contemplam cobertura hospitalar darão direito a esse tipo de cirurgia.

Que tal cuidar da sua saúde agora? Aproveite e faça a cotação do seu plano de saúde.
Qual a carência da cirurgia bariátrica no plano de saúde?

Quando a carência da cirurgia bariátrica no plano de saúde está isenta?

Os planos de saúde possuem carência de 24 horas para atendimentos de urgência e emergência, sendo que a obesidade pode ser considerado um fator de risco que colocar o paciente em uma situação grave.

Nesse caso, o médico pode solicitar a cirurgia bariátrica se perceber a sua necessidade e nesse caso o plano não deve fazer a negativa da liberação.

Isso ocorre porque não se trata de uma cirurgia seletiva, que possa ser adiada sem causar complicações ou colocar a vida do paciente em ricos.

Nesse caso, mesmo não tendo sido cumprida a carência de 180 dias, a cirurgia deve ser realizada pelo plano de saúde.

No caso de a operadora não aprovar o procedimento, o paciente poderá recorrer dos seus direitos, devendo primeiro procurar a ANS e caso não tenha sucesso, será preciso recorrer à justiça.

Mas, de qualquer forma, vale lembrar que a carência da cirurgia bariátrica no plano de saúde é de 180 dias. Por isso, o ideal é contratar serviço antes de ter qualquer complicação de saúde.

O que você achou deste artigo? Sua avaliação é muito importante para nós!
Por favor, atribua uma nota:

avaliação
Rating

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.