Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

É melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro todos os meses?

Qual a maior vantagem, ter um plano de saúde ou guardar dinheiro todos os meses? Veja os prós e contras de cada escolha.

A vida é feita de escolhas, mas nem sempre sabemos qual a melhor decisão tomar. Afinal, é melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro todos os meses?

Você sabe como avaliar a melhor opção para sua vida? Com pontos positivos e negativos de cada lado, veja a melhor saída para esse dilema.

Afinal, o plano de saúde é um gasto que, vez ou outra, nos questionamos sobre sua real necessidade.

A sensação é que nunca utilizamos o suficiente para cobrir o que pagamos, ou seja, gastamos dinheiro com uma coisa não usada, o que nos leva a pensar que investir esse dinheiro seria mais vantajoso.

Mas, existem algumas coisas que pagamos e pelas quais devemos ser gratos não utilizar. É um plano B que representa mais vantagem em continuar apenas como um plano.

Afinal, ninguém quer ficar doente ou passar dias indo a hospitais. Portanto, é melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro todos os meses?

É melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro todos os meses?

Imagem: Getty Images

Fazendo comparações

O primeiro passo para saber qual a melhor opção é realizar comparações. E elas devem ser feitas baseada nos valores pagos.

Quanto você gastaria se precisasse de uma consulta e exames de urgência? E os exames de rotina, qual o valor a ser pago por eles? E em casos mais graves, que é necessário cirurgias e internação, você sabe quanto pagaria por elas?

Será que compensa ter um plano de saúde? Veja os comparativos de preços para procedimentos médicos com e sem o convênio médico!

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

É claro que não utilizamos esses serviços todos os meses, alguns passamos anos sem utilizá-los.

Mas o importante na comparação é verificar que o valor pago ao plano de saúde ainda sim é inferior caso fosse necessário pagar para ter acesso aos serviços de saúde.

Os custos com exames e consultas são altos e, com o plano, não percebemos o impacto no nosso bolso.

Portanto, a melhor opção é fazer um plano de saúde. Com ele, mesmo que não seja utilizado com frequência, você está resguardado de imprevistos e gastos surpresas.

O não uso de um plano de saúde não é sinônimo de dinheiro jogado fora, mas de uma saúde que está em dia e que permite levar a vida de maneira tranquila.

As vantagens de um plano de saúde

Sabendo a melhor opção, é importante ressaltar algumas vantagens que o plano de saúde oferece.

Afinal, não usá-lo pode fazer com que esqueçamos todos os seus benefícios. Em primeiro lugar tem as coberturas para urgências e emergências, que são as consultas em pronto-socorro de hospitais.

Com essa cobertura não é necessário esperar por uma consulta para verificar o que está errado em nosso organismo. A qualquer hora e dia é possível ser atendido, medicado e fazer os exames necessários para chegar a um diagnóstico.

Outro ponto relevante é a cobertura de internações. Como o Brasil possui um sistema público de saúde, pouco se fala sobre os custos com hospitalização em geral.

Mas as diárias de internações e o valor para a realização de cirurgias são altos e nem sempre temos esse dinheiro à disposição quando necessário, mesmo quando se guarda dinheiro todos os meses.

Além disso, é importante ressaltar que, os exames de rotina e consultas médicas podem ser agendadas com antecedência e permitem ser realizadas em qualquer circunstância, sem ser necessário pagar diretamente por elas.

Guardar dinheiro

Não há como negar que guardar dinheiro todos os meses, e por vezes investi-lo, pode ser uma grande vantagem. O número de pessoas que se arriscam como investidores cresce cada vez mais.

No entanto, essa não é uma boa opção para assuntos de saúde. É preciso ter ciência que esse dinheiro pode não estar disponível no momento de urgência ou não ser o suficiente.

Uma dica para quem quer investir, é usar esse dinheiro para situações de lazer, como viagens ou realização de sonhos.

Nunca coloque a expectativa dos investimentos para serem usados em situações de necessidade real, como em substituição do plano de saúde ou como reserva de emergência.

Os dois pontos questionados são úteis, mas não devem ser considerados dois lados de uma mesma moeda. Eles podem se complementar, mas nunca substituir um ao outro.

Portanto, para a pergunta “é melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro todos os meses?” a resposta curta e direta é: tenha um plano de saúde.

Não trate os cuidados médicos como algo passível de ser programado. O dinheiro guardado pode ser usado em outras situações.

Jeniffer Elaina da Silva

Redatora especialista em saúde e planos de saúde. Jeniffer já escreveu mais de mil artigos sobre saúde para o Planodesaude.net e publicou o ebook Cuide de Sua Saúde. Atualmente, cursa Gestão de Seguros e é formada em Marketing com pós em Administração na FGV. Possui também um curso técnico em Direito do Seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.