ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?

Tratamento para câncer é ampliado nos planos de saúde

Tratamento para câncer é ampliado nos planos de saúde Depois do SUS ampliar os exames para pacientes com câncer é a vez das operadoras de planos de saúde se preocuparem mais com esta doença que exige tanto cuidado.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) comunicou no dia 12/05/14 uma Resolução Normativa, a de nº 349, que estipula que os planos deverão distribuir oito grupos de medicamentos que são de uso em domicílio usados para tratar os efeitos colaterais. Desta forma, o tratamento que era feito até então em hospitais e clínicas somente, poderá ser feito na própria casa do paciente com apoio total do plano.

A Lei 12.880/2013 normaliza esta Resolução Normativa e já está em vigor, abordando os seguintes medicamentos:

cancer0101

A importância desta resolução deve-se aos constantes efeitos que os remédios para pacientes com câncer provocam e esta terapia oral é de extrema necessidade para ocasionar mais conforto durante o tratamento.

André Longo, diretor-presidente da ANS, afirma que: “A inclusão de medicamentos orais para o câncer, em vigor desde janeiro deste ano, e, agora, a inclusão também dos que tratam os efeitos colaterais possibilitam que o paciente faça seu tratamento todo em casa. A medida terá impacto direto na saúde e no bem-estar dele, além de reduzir o atendimento hospitalar”.

De acordo com a agência, aproximadamente 10 mil pessoas já recebem este remédio em casa, mas com esta cobertura obrigatória todos os planos contratados a partir de 1º de janeiro de 1999 deverão fornecer os medicamentos necessários.

Como será feita a distribuição dos medicamentos

Estes medicamentos poderão ser distribuídos da forma como a operadora achar melhor: ou diretamente ao paciente, através de compra em farmácia conveniada ou compra pelo paciente com posterior reembolso. Cabe ao paciente se informar de como sua operadora vai agir.

Dê a sua opinião:

Você acha um passo importante esta nova resolução? Acredita que isso vai melhorar mesmo o tratamento dos pacientes com câncer ou se tornará uma nova burocracia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.