ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?

Plano de saúde cobre psicólogo?

Todo e qualquer plano de saúde cobre psicólogo no Brasil. Essa obrigatoriedade de atendimento é regulada pela Agência Nacional de Saúde (ANS) e faz parte do chamado Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde. O Rol é a lista de todo atendimento médico que os planos de saúde devem custear. No âmbito da psicologia, essa lista inclui três métodos: consultas e sessões com psicólogos, terapeutas ocupacionais, e psicoterapia.

O tratamento psicológico tem como objetivo cuidar da mente. Com o auxílio do profissional, o paciente busca entender emoções, seus medos e limitações, superar traumas e a lidar com desconfortos. Normalmente, esse auxílio é buscado em casos mais intensos de ansiedade e depressão, apesar de não ser benéfico apenas a eles. A consulta continuada com um psicólogo pode melhorar a vida de um indivíduo como um todo, já havendo a percepção de uma condição a ser tratada ou não.

O psicólogo ou psicoterapeuta auxilia na superação de situações problemáticas ou difíceis da vida. Já o terapeuta ocupacional é responsável por aplicar atividades de lazer e de trabalho como forma de tratamento para distúrbios mentais ou físicos. Geralmente, nas consultas com esse especialista, busca-se melhorar a capacidade do indivíduo em interagir socialmente, dando a ele maior autoconfiança.

O tipo de atendimento ao indivíduo é indicado após consulta prévia com o médico. O melhor método de tratamento só pode ser indicado com a análise mais específica do caso do paciente.

Plano de saúde cobre psicólogo?

Plano de saúde cobre psicólogo, mas com restrições

A ANS regulamenta que os planos precisam cobrir ao menos 40 sessões com o psicólogo anualmente. Isso significa que o indivíduo pode realizar ao menos uma sessão por semana. A periodicidade desse tratamento, para especialistas, é muito importante para o resultado das consultas.

Algumas instituições conseguem oferecer número maior de consultas. Porém, aqui os valores cobrados mensalmente costumam ser mais caros. Uma decisão da Justiça Federal em 2017, entretanto, contestou parte dessa limitação. Isso porque, para tratamento contra transtornos psicológicos e síndromes, o número de consultas se limita a dezoito por ano.

Para a Justiça, essa limitação é inconstitucional, e a cobertura dos planos deve seguir a indicação dos profissionais responsáveis pelo paciente. A decisão foi contestada pela ANS, e ainda passará por novo julgamento. No entanto, caso seja esse o seu caso, você pode contestar a limitação judicialmente.

As sessões, de qualquer forma, só são autorizadas pela empresa de Saúde caso sejam necessárias. Isso significa que é importante procurar um clínico geral ou psicólogo, que poderão diagnosticar essa necessidade. Com o diagnóstico realizado, o plano de saúde cobre o psicólogo de forma obrigatória.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.