ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre blefaroplastia?

O excesso de pele nas pálpebras está incomodando? Procura um tratamento cirúrgico para resolver o problema? Saiba se o plano de saúde cobre blefaroplastia.

Já há alguns anos, o brasileiro busca correções no corpo pelo viés das cirurgias plásticas. Com isso, o Brasil é considerado o segundo país do mundo nesses tipos de procedimentos. Por esse motivo, sempre surge a pergunta se as operadoras de planos de saúde são obrigadas a arcar com os desejos corretivos de seus clientes.

É fato que a questão estética não é a única propulsora para a busca de tais procedimentos. Você que está lendo esse texto agora, pode estar em busca de algo que seja um ganho para sua qualidade de vida. Para aquele que se questiona se o plano de saúde cobre blefaroplastia, sua pergunta vai ser respondida a seguir.Plano de saúde cobre blefaroplastia?

Do que trata a blefaroplastia?

É algo comum que a pele nas pálpebras passe a ter um determinado excesso com o avançar dos anos de sua vida, com isso, em algum momento pode sentir um desconforto estético ou um incômodo que se reflete na qualidade de vida.

A pele começa a ter um caráter mais frouxo causando uma aparência cansada e pode terminar por afetar a amplitude da visão. A fim de resolver essas questões muitas pessoas – principalmente mulheres – costumam ver na blefaroplastia um mecanismo de correção dos problemas. Essa perturbação estética pode ocorrer por vários fatores como: genética, gravidade, idade mais avançada, tabagismo, influência racial, exposição solar, entre outros.

Ao recorrer ao procedimento cirúrgico, busca-se diminuir o excesso de pele, o que cria uma aparência jovial e reduz o encobrimento da visão.

É verdade que o plano de saúde cobre blefaroplastia?

A primeira resposta para essa pergunta é “sim”. O plano de saúde cobre blefaroplastia, porém, ele não tem obrigação legal de arcar com procedimentos estéticos de seus clientes. Essa questão consta junto a órgão regulador, a ANS.

É preciso que você se informe sobre os benefícios que o seu plano pode oferecer. As operadoras que incluem cirurgias plásticas em sua cobertura são diferenciados, também por isso, costumam ser mais caros.

Os planos não são iguais – e não tem a obrigação de ser – por isso, veja se aquele que foi contrato é capaz de contemplar os seus anseios.

Vale lembrar que o caso pode mudar de figura se for uma indicação médica, quando ela afirma com provas que a cirurgia é necessária para a saúde do postulante. Apesar de não ser certeza a aprovação do pedido, o processo deve ser analisado pelo plano.

O plano de saúde cobre blefaroplastia, mas é preciso ver se aquele contratado conta com a cobertura deseja. Em outros casos é preciso indicação médica e um processo que prove a necessidade do procedimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.