Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Plano de saúde para HIV

Hoje quem tem o vírus HIV já consegue viver por muitos anos com uma boa qualidade de vida, diferente do que acontece a cerca de 20 ou 30 anos atrás. Porém, essa condição só foi possível devido aos avanços que aconteceram na medicina.

Para que o portador do vírus possa levar uma vida normal é preciso que ele realize o acompanhamento médico e tome um coquetel que ajuda no controle e avanço da doença. Para conseguir todos os cuidados que necessita, um plano de saúde pode ser muito útil nesse momento.

Plano de saúde para HIV

Imagem: Getty

Existe plano de saúde para HIV?

Com certeza sim, conforme ANS. As operadoras não podem discriminar os cliente seja pela doenças pré-existentes que possuem, pela idade ou outro critério. Se a pessoa já possui um plano de saúde e descobre que está com AIDS, para ela nada vai mudar.

O atendimento continuará sendo feito da mesma forma e o acesso os serviços cobertos pelo plano também continuarão. O que pode acontecer de diferente e que se a operadora possui algum programa de acompanhamento da doença, pode sugerir que o beneficiário comece a participar dele.

Tenho AIDS, mas não tenho um plano de saúde. Posso contratar um?

Sim, porém nesse caso será preciso se atentar a algumas regras. Toda vez que se vai ingressar em um novo plano de saúde é preciso preencher um formulário sobre as condições de saúde, e o HIV é considerada uma doença pré-existente.

Quando ocorre alguma pré-existência de doenças, a operadora pode exigir que o novo beneficiário cumpra as carências correspondentes a essa situação, também chamada de cobertura parcial temporária. Sendo assim, será preciso aguardar um prazo de 24 meses para ter acesso a cirurgias, leitos de alta tecnologia e Procedimentos de Alta Complexidade que estejam relacionados a doença.

Porém, para outros casos as carências exigidas serão as mesmas que uma pessoa sem doenças pré-existentes precisem cumprir.

Existe alguma maneira de não precisar ficar com a cobertura parcial temporária?

Fica isento da cobertura parcial temporária as pessoas que descobrirem a doença após já estarem usufruindo do plano. Em alguns casos a operadora de saúde pode optar por isentar o beneficiário dessa carência, porém cabe a ela decidir sobre isso e como será feito.

Por isso, se deseja ter um melhor bem-estar, pode compensar cumprir a cobertura parcial temporária e ter um plano de saúde para HIV, sabendo que no futuro terá um atendimento de excelência.

Saiba o preço do seu Plano de Saúde

Qual seu tipo de plano?

Simular

Jeniffer Elaina da Silva

Especialista em seguros, Jeniffer Elaina trabalha com redação, revisão e otimização SEO desde 2012. É formada em Marketing com pós em Administração na FGV e atualmente cursa Gestão de Seguros. É apaixonada pelo que faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.