ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

O estresse ocorre quando as pressões que você recebe, no trabalho, na escola ou nos relacionamentos, excedem a sua capacidade de suportá-las. Quando não tratado, ele leva à ansiedade, insônia, obesidade, pressão alta e deficiência imunológica.

Algum estresse pode ser benéfico às vezes, produzindo um impulso que favorece o direcionamento e a energia para ajudar a pessoa a superar situações como exames ou prazos para cumprir no trabalho. Entretanto, uma quantidade extrema de estresse pode resultar em prejuízos para a saúde, afetando os sistemas imunológico, cardiovascular, neurológico, endócrino e nervoso central, com um sério custo emocional.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: cafebiz

Pesquisas mostram que o estresse contribui decisivamente para o desenvolvimento do doenças como o ataque cardíaco, depressão e obesidade. Mas, se encontrarmos formas positivas de lidar com o estresse, quanto ele ocorre, muitos dessas consequências negativas para a saúde podem ser reduzidas.

O corpo reage ao estresse com aumento do batimento cardíaco, transpiração abundante, confusão mental e agitação. Esses sinais fisiológicos são comandados pelo cérebro, que reage a uma situação de ameaça, de forma instintiva, preparando o corpo para a luta ou fuga. Foi assim durante toda a história da humanidade, para que fosse possível a defesa contra os predadores naturais e todas as ameaças.

Quando as situações estressantes persistem, isso se torna um problema para a saúde, porque o organismo não volta ao seu estado normal de relaxamento e a reação contínua leva ao estresse crônico.

O organismo enfrenta o estresse com uma liberação de hormônios, o cortisol e a adrenalina, comandada pelo hipotálamo. Esses hormônios é que provocam as reações fisiológicas, modificando o ritmo do coração e da respiração. Outro hormônio, a endorfina, também é liberado pelo cérebro, com efeito analgésico, que faz com que em situações de extremo perigo não sintamos dor. Essas doses aumentadas de hormônio afetam também a atenção e capacidade de raciocínio, que ficam alteradas. Isso quer dizer que, se os hormônios de reação ao estresse forem liberados continuamente, nosso organismo será afetado com essa sobrecarga, com efeitos nocivos sobre os principais órgãos do corpo.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: diariodosertao

Respirar é fundamental para reduzir o estresse

Para o tratamento do estresse a psicoterapeuta Ana Maria Rossi, presidente da ISMA-BR, instituto internacional de pesquisa, prevenção e tratamento de estresse, utiliza as técnicas de controle da respiração, que precisa ser lenta e profunda. Dessa forma, é promovida uma melhor oxigenação do cérebro, com efeito calmante. É uma técnica que pode ser repetida em qualquer lugar.

Como lidar com o estresse de maneira saudável

Todos somos diferentes e assim, são muitas as maneiras que encontramos para lidar com o estresse. Algumas pessoas preferem se dedicar a hobbies, tais como jardinagem, tocar um instrumento e executar atividades artísticas, enquanto outros encontram alívio em atividades mais solitárias, como meditação, yoga e caminhadas.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: onhealth

Aqui vão algumas técnicas saudáveis que os estudos psicológicos indicaram que podem reduzir o estresse a curto e a longo prazo.

– Dar um tempo com o que estressa.

Pode ser difícil se afastar de um grande projeto profissional, de uma criança chorosa ou de um grande débito no seu cartão de crédito. Mas quando você dá a si mesmo permissão para dar um passo para trás, você se permite ter um tempo para fazer alguma outra coisa, isso pode ajudar a ter uma nova perspectiva ou formas práticas de se sentir menos sobrecarregado. Aquelas contas precisam ser pagas, mas ao menos por 20 minutos cuidar de si mesmo pode ser muito valioso.

– Exercícios

As pesquisas demonstram de forma crescente que os exercícios são benéficos para a sua mente tanto quanto para o seu corpo. Cada vez mais ouvimos sobre as vantagens a longo prazo de uma rotina regular de exercícios. Mesmo uma caminhada de 20 minutos, correr, nadar ou uma sessão de dança, no meio de um momento estressante, podem dar um efeito imediato que permanece por muitas horas.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: discounttirefamily

– Sorrir e rir

Nossos cérebros são interconectados com nossas emoções e expressões faciais. Quando as pessoas estão estressadas, eles frequentemente mantém muito desse estresse em seus rostos. Então risos e sorrisos podem ajudar a aliviar um pouco daquela tensão e melhorar a situação.

– Procurar apoio social

Telefonar para um amigo, mandar um email, quando você compartilha algumas preocupações ou sentimentos com outra pessoa, isso realmente alivia o estresse. Mas é importante que a pessoa com quem você conversa seja alguém em quem você realmente confia e com quem você sente que é compreendido e valorizado. Se a sua família é o agente do estresse, por exemplo, é provável que compartilhar seus problemas de trabalho com um parente não vai resultar em nenhum alívio.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: asomadetodosafetos

– Meditar

Meditação e oração consciente podem ajudar a mente e o corpo a relaxar e manter o foco. A prática da presença consciente ajuda as pessoas a verem novas perspectivas, desenvolverem auto-compaixão e perdão. Quando se pratica algum tipo de atenção plena, é possível libertar emoções que podem estar causando o estresse físico. Assim como o exercício, as pesquisas demonstram que mesmo meditar brevemente pode trazer benefícios imediatos.

Algumas dicas rápidas da psicoterapeuta Mara Vieira para usar diariamente e evitar o estresse

1 – Abra mão do controle – deixe de lado a necessidade de querer ter controle sobre tudo. Não é possível controlar o trânsito, o ônibus atrasado ou a lotação do Metrô. Mas você pode controlar o efeito dessas situações negativas no seu dia, reduzindo sua importância. É importante não atribuir valor ou propagar o sentimento negativo no trabalho ou em casa.

O estresse pode afetar seu cérebro e sua vida, respire!

Imagem: liveinthepresent

2 – Cuidado pessoal – crie tempo para cuidar de sua aparência.

3 – Goste de si mesmo – aprecie a sua pessoa, acredite que você merece e é capaz de ter uma vida melhor. Pratique o exercício do espelho, olhe-se no espelho todas as manhãs e repita em voz alta: “Eu te amo”.

4 – Relaxamento – Aprenda práticas de relaxamento, para bloquear as reações do estresse.

5 – Respiração profunda – respirar profundamente nos conecta com nós próprios, em nossa essência. Pelo menos durante 15 minutos pratique a respiração. Ela será de grande importância nos problemas como pressão alta, ansiedade e dor.

6 – Ande ao ar livre – pratique atividades ao ar livre, como caminhadas, pedalar ou correr, de pequenos passeios durante o dia.

7 – Encontre tempo – dedicar tempo para as pessoas queridas, sejam filhos, companheiro ou companheira e amigos deve ser um objetivo diário.

8 – Sono – faça do sono uma prioridade. Procure dormir de seis a oito horas diárias de sono todas as noites, para que esteja relaxado durante o dia.

9 – Tenha auto confiança – não dê ouvidos a ofensas ou críticas, não permita que elas abalem sua autoestima.

10 – Desabafe escrevendo – é muito positivo escrever sobre sensações ou sentimentos, para identificar emoções e aceitar suas contradições.

11 – Busque o lazer ou hobby – tarefas agradáveis como ler, desenhar, dançar, pintar, cuidar do jardim ou dos animais são recompensadoras.

12 – Mantenha o pensamento positivo – acredite na renovação da vida e nas possibilidades de si mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.