ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre botox?

Todo plano de saúde cobre botox se a indicação for para tratamento de saúde. Caso o problema em questão seja estético, porém, a operadora do plano não é obrigada a custear o procedimento.

A toxicina butolínica é muito utilizada para retardar o processo de envelhecimento da pele. Ela disfarça rugas e marcas de expressão, e consegue tornar o visual da cútis mais firme.

Contudo, esse não é o único uso para o botox. O produto também pode ser útil para o tratamento da enxaqueca, incontinência urinária, migrânea crônica e mais. Nessas situações, caso haja indicação médica, ao procedimento deve ser coberto pelo plano.Plano de saúde cobre botox?

Quando o plano de saúde cobre botox?

O Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) é a lista que define os tratamos com cobertura obrigatória pelos planos de saúde brasileiros. Segundo ele, são cobertas as injeções oculares e intralaríngeas do botox.

A utilização da toxina para o tratamento de espasmos no rosto e no corpo é igualmente coberta. Tal qual para o tratamento da hiperatividade vesical e da incontinência urinária, incluída recentemente no Rol. Para o uso da substância, em qualquer caso, é necessário possuir indicação não-estética de um médico.

Se, por algum motivo, o plano de saúde negar a cobertura, você pode utilizar do meio judicial para o cumprimento da norma.

Problemas tratados com o botox

Como já citado, um dos problemas que tem terapia possível com o botox é a bexiga hiperativa. Nessa situação, o indivíduo percebe contrações indesejadas de sua bexiga. Assim, sua vontade de urinar é frequente, e quase incontrolável. Em muitos dos casos, há incontinência urinária. A toxina é aplicada diretamente no órgão, inibindo as contrações.

No caso do Blefaroespasmo, o sintoma principal é a contração dos músculos ao redor do olho. Essa contração provoca o fechamento do olho, e torna difícil abri-lo. O botox, então, enfraquece os músculos da área, impedindo novas ocorrências.

O efeito do botox é o mesmo para o tratamento do Espasmo Hemifacial. Aqui, o problema é caracterizado pelo repuxamento de metade da face do indivíduo, o que fecha o olho do paciente.

É importante destacar que o botox não é indicado para pessoas alérgicas a componentes da formulação. Grávidas, lactantes, portadores de doenças neuromusculares e imunológicas, e de coagulopatias, também não são um bom público-alvo. Assim como pessoas que fazem uso de anticoagulantes ou potencializadores ao bloqueio.

Assim, o plano de saúde cobre botox, mas o procedimento não é o ideal para todos. Para os indivíduos citados anteriormente, outro tratamento deve ser indicado pelo médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.