ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?

Plano de saúde cobre aparelho auditivo?

Como é algo fundamental para a saúde, o plano de saúde cobre aparelho auditivo. E, mesmo que a empresa se recuse a financiar o serviço, o consumidor pode pleiteá-lo na Justiça.

São diversos os graus de perda auditiva existentes, e cada um deles conta com um aparelho auditivo específico. Assim, o paciente só precisa do laudo de um otorrinolaringologista para contar com o dispositivo e melhorar sua qualidade de vida.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 10% das pessoas no mundo sofrem de algum tipo de deficiência auditiva. Já segundo a SBO (Sociedade Brasileira de Otologia), ao menos 30% dos casos de perda auditiva no Brasil estão relacionados à exposição rotineira a ruídos.

Isso significa que ouvir o mesmo zumbido todos os dias, no trabalho, ou mesmo nos fones de ouvido, pode ser bastante prejudicial. A medida de decibéis que costuma causar problemas é de pelo menos 85 db.

Um único ruído alto e imediato também pode ser a causa da surdez, total ou parcial. Aqui, é possível incluir, por exemplo, o som muito próximo da decolagem de um avião. É por esse motivo que os funcionários das pistas dos aeroportos utilizam grandes fones: para abafamento do ruído e preservação da audição.Plano de saúde cobre aparelho auditivo?

Quando o plano de saúde cobre aparelho auditivo?

Para contar com a cobertura de um aparelho pelo plano de saúde, o paciente precisa passar por avaliação detalhada do otorrinolaringologista. O especialista vai solicitar uma série de exames, e produzir laudo completo sobre a necessidade do dispositivo.

Com o laudo, o indivíduo pode solicitar a cobertura do plano normalmente. O custeio do aparelho pode ser feito diretamente pela empresa, ou então por meio do reembolso de uma compra mais emergencial.

O plano pode recusar a cobertura?

A cobertura do aparelho auditivo é obrigatória. Contudo, ainda assim alguns planos negam o serviço. Neste caso, o consumidor deve entrar em contato com a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Intervindo no processo, é possível que a Agência consiga reverter a decisão.

Caso isso não ocorra, a solução é tomar medidas judiciais. Contrate um advogado, ou procure a Justiça Pública, e solicite o cumprimento da cobertura por parte do plano. Como é uma questão de saúde, o Juiz costuma expedir liminar em poucos dias, obrigando o custeio do dispositivo.

De qualquer forma, verifique se o plano de saúde cobre aparelho auditivo antes de contratá-lo. Você pode questionar a operadora, e também pesquisar casos semelhantes na internet. Assim, haverá mais confiança de que a empresa atenderá o que você precisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.