ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?

Plano de saúde cobre cirurgia de joanete?

Para muita gente que possui um joanete, a operação pode ser a solução para as dores e incômodos. Contudo, há uma dúvida comum: o plano de saúde cobre cirurgia de joanete? A resposta é: sim!

Um joanete ocorre quando há o inchaço do osso do dedão do pé, que forma uma protuberância lateral. As causas são diversas, e podem incluir fatores genéticos, sapatos apertados, artrite, problemas congênitos (como má formação) e tensão nos pés.

A cirurgia para a retirada da protuberância óssea está listada no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Na lista, ela aparece como operação para Hallux Valgus, o nome científico do problema. O Rol da ANS indica todos os procedimentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde no Brasil.

Plano de saúde cobre cirurgia de joanete?

Quando o plano de saúde cobre cirurgia de joanete?

Também chamada de artrodese de tarso, o joanete pode causar uma série de sintomas. A começar pela dor no pé afetado, que limita as atividades diárias do indivíduo. Também é comum o surgimento de um inchaço crônico no dedão, assim como a deformação dos outros dedos do pé. Muitos pacientes também não conseguem movimentar o dedão.

Nessas situações, é indicado que o indivíduo procure um médico e realize o diagnóstico da condição. Caso ela prejudique a saúde, o especialista poderá indicar a realização da cirurgia. Há quadros, porém, que não requerem uma operação. Aqui, a artrodese pode ser tratada de forma menos invasiva, como por meio do uso de palmilhas ortopédicas, por exemplo.

É importante destacar, de qualquer forma, que o plano de saúde cobre cirurgia de joanete apenas quando a protuberância afeta a saúde do paciente. Quando a operação tem objetivo apenas estético, ela pode ser negada pela empresa de serviços. Por isso é tão importante realizar o diagnóstico e contar com a indicação médica.

Como é feita a operação?

O tipo de cirurgia indicada para o tratamento do Hallux Valgus varia de acordo com a idade do paciente e a gravidade de seu quadro. O método mais comum, contudo, consiste na raspagem do excesso de osso, o que   coloca o pé em seu formato e posição adequados. Para garantir a fixação deste posicionamento, podem ser utilizadas próteses ou parafusos.

Normalmente, a cirurgia é rápida e feita no consultório do ortopedista. O indivíduo recebe anestesia local, e em poucas horas obtém alta. O intervalo para recuperação total, contudo, costuma ser bem maior.

Geralmente, o paciente tem sua locomoção restrita por cerca de 2 meses, e depois passa mais um período utilizando muleta. O pós-operatório também consiste no uso de analgésicos e anti-inflamatórios, que diminuem a dor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.