ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Quer engravidar? Entenda o que o plano de saúde para grávidas cobre

Se você está planejando engravidar, o primeiro passo a ser tomado é adquirir um plano de saúde. Preparamos um guia completo sobre esse assunto e veja quais as melhores possibilidades e coberturas de plano.

Atualmente é cada vez mais comum encontrar mulheres que dizem ter planejados suas gestações. Um movimento esperado, visto que se trata de uma geração que teve mais acesso a estudo e trabalho e pode fazer suas escolhas com mais liberdade.

A maior parte das mulheres que decidem ser mães, planejam suas gestações, para que esse momento único na vida de uma mulher, aconteça da melhor forma possível. E, o planejamento de uma gravidez envolve muito mais que apenas um enxoval e a decoração de um quarto.

É preciso que um bom e confiável médico obstetra seja escolhido para acompanhar a gestação, que planejamentos financeiros e profissionais serão realizados e principalmente, que um bom plano de saúde para grávidas seja contratado.

Por isso, preparamos um guia completo com explicações sobre coberturas de planos de saúde para grávidas, em diferentes situações. Acompanhe e veja mais.Quer engravidar? Entenda o que o plano de saúde para grávidas cobre

Porque fazer um plano de saúde para grávidas?

Um plano de saúde com cobertura obstétrica pode ser o diferencial exato para que sua gestação seja tranquila e segura. Ao planejar uma gravidez, vale a pena investir em uma boa cobertura de saúde capaz de proporcionar todos os exames, consultas e atendimentos necessários.

Além de garantir que os 9 meses correrão com mais saúde, ter um plano de saúde para grávidas pode tranquilizar muito a mãe em relação ao parto, um momento que geralmente gera ansiedade e medo na gestante.

A maior parte dos planos existentes no mercado cobrem uma ampla gama de situações que podem envolver esse momento delicado. O mais importante ao contratar um plano de saúde para grávidas é que você esteja atenta ao período de carência para parto, que invariavelmente é de 300 dias, ou seja, 10 meses. Por isso, a importância de adquirir um plano antes de engravidar!

Como funciona o plano de saúde para grávidas?

O plano de saúde para grávidas nada mais é do que um plano comum, que pode ser individual, familiar ou empresarial, com a cobertura obstétrica. Ou seja, você pode contratar um plano de saúde comum, com todas as coberturas básicas que envolvem atendimentos ambulatoriais e hospitalares, consultas, exames e internações. E, junto com o plano comum, você contrata a cobertura de obstetrícia, que garantirá atendimentos específicos do pré-natal, exames e o parto.

Quais são os procedimentos e exames que o plano de saúde para grávidas cobre?

A cobertura de obstetrícia deve atender, de acordo com a ANS – Agência Nacional de Saúde, uma lista de procedimentos considerados padrões no período da gestação. Ainda de acordo com ANS, os planos de saúde para grávidas devem obedecer a um prazo máximo para o agendamento de alguns atendimentos, como:

Atendimento Descrição Prazo máximo
Diagnósticos laboratoriais e análises clínicas ambulatoriais Como exames de sangue, urina, etc. 03 dias
Consultas básicas Obstétricas e pediátricas 07 dias
Outros serviços de diagnóstico e terapias ambulatoriais Exames como ultrassom, etc. 10 dias
Atendimentos altamente complexos Como ressonâncias magnéticas 21 dias

Lembrando que esses prazos devem ser obrigatoriamente atendidos por estabelecimentos ou profissionais conveniados a rede de saúde do plano contratado. Caso o plano de saúde para grávidas não atenda aos prazos demonstrados acima, o paciente pode arcar com o valor da consulta em um profissional particular, e depois exigir do plano de saúde o reembolso.

Coberturas do plano de saúde para grávidas

As coberturas obstétricas podem varia de uma empresa para outra, portanto, é importante que a gestante esteja atenta as coberturas oferecidas antes de escolher o plano de saúde para grávidas. De modo geral, existem três coberturas que são oferecidas na contratação de um plano, elas são:

  1. Hospitalar: com garantia de internações e diversos procedimentos hospitalares;
  2. Ambulatorial: que dá direito a consultas, exames e diversos tratamentos ambulatoriais;
  3. Obstétrico: que oferece atendimento voltado ao pré-natal, assistência médica no parto e auxílio médico durante o puerpério.

Quais são os atendimentos disponíveis para o bebê?

A mãe possui um período de 30 dias após o nascimento do bebê para adicioná-lo ao plano de saúde. Normalmente essa inclusão livra o pequeno de cumprir qualquer tipo de carência, dando a ele acesso imediato a todos os procedimentos e atendimentos oferecidos pelo plano.

Durantes os primeiros 30 dias, o bebê pode receber todos os atendimentos médicos necessários sem a necessidade de estar incluso no plano, contando apenas com a cobertura da mãe. Mas, dentro desse período ele deve ser incluído na cobertura.

Caso a inclusão do pequeno seja feita depois do prazo de 30 dias, ele estará sujeito a cumprir os prazos de carência do plano como qualquer outra pessoa. Por isso, é importante que a mãe esteja atenta esse prazo.

Como funciona a carência do plano de saúde para grávidas?

De maneira geral, a carência do plano de saúde se refere ao período após a data da contratação do serviço, em que o cliente não poderá usufruir de determinados atendimentos.

Esses prazos de carência possuem um período máximo determinado pela ANS, ou seja, o plano pode oferecer tais atendimentos até esse período, podendo ser antes, mas não depois. Veja na imagem a seguir os prazos limites de carência estipulados pela ANS:

Quer engravidar? Entenda o que o plano de saúde para grávidas cobre

Imagem: ans.gov

Benefícios de adquirir um plano de saúde para grávidas

Ao contar com uma cobertura obstetrícia, a gestante terá mais acesso a exames, consultas e procedimentos específicos desse período de sua vida. Os principais benefícios de contratar esse tipo de cobertura são:

  • Atendimento especializado no pré-natal;
  • Acesso a exames e procedimentos ambulatoriais e hospitalares;
  • Assistência médica para o parto, seja ele vaginal ou cesárea;
  • Assistência médica e psicológica para o período do puerpério, período de 3 meses após o parto;
  • Atendimento médico e hospitalar para o bebê por 30 dias;
  • Liberdade para escolher o profissional para o acompanhamento do pré-natal e parto;

Como contratar um plano de saúde para grávidas?

Para que uma boa contratação seja possível é preciso que a gestante pesquise todas as possibilidades de planos e coberturas existentes. O melhor caminho é procurar um profissional da área para ajudar nessa busca.

Ao fazer isso, ela poderá fazer uma escolha mais assertiva. E é importante que a contratação deste plano seja feita o quanto antes, de preferência antes mesmo da gestação começar. Afinal, o período de carência para parto é de 300 dias, ou seja, 10 meses. E a gestação dura apenas 9 meses. Então, quanto antes, melhor.

O plano de saúde para grávidas oferece tratamentos para fertilização?

A tentativa de ter um filho, assim como os procedimentos anticoncepcionais, se enquadra no planejamento familiar. Que é garantido a todo e qualquer cidadão, pela constituição federal. Logo, os planos de saúde são obrigados a fornecer tratamentos para fertilização. Caso a operadora se negue a atender tais procedimentos, o cliente pode entrar na Justiça e solicitar seu direito.

Contar com um plano de saúde para grávidas é a melhor escolha para quem está planejando aumentar a família. Se você já está grávida, contrate uma cobertura obstétrica o quanto antes, assim você terá muito mais acesso a tratamentos e procedimentos especiais neste momento tão delicado e bonito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.