ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Qual o seu DDD?

Plano de saúde Unimed cobre cirurgia de estrabismo?

É quase automático: quando o médico indica a realização de um procedimento, o paciente logo se questiona quanto aquilo vai custar. Ao ir ao oftalmologista, por exemplo, é possível que você se pergunte: “será que o plano de saúde Unimed cobre cirurgia de estrabismo?”. Afinal, é bem mais interessante ao bolso que o tratamento sugerido seja custeado pelo plano.

Conhecido popularmente como vesgueira, o estrabismo é um problema gerado pelo desequilíbrio dos músculos oculares. Este desequilíbrio impede que os olhos fiquem paralelos, e geralmente causa, especialmente, incômodos estéticos. Quem sofre da condição ainda convive com o incômodo de uma visão pouco correta.

As causas do estrabismo variam, mas geralmente incluem alguma doença ou desordem que “desbalanceia” alguns dos seis músculos existentes em cada olho. Entre essas condições estão viroses, traumas, tumores cranianos e paralisia cerebral.

Plano de saúde Unimed cobre cirurgia de estrabismo?

Plano de saúde Unimed cobre cirurgia de estrabismo?

No Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), estão listados dois tipos de cirurgia para estrabismo. São elas: a para vesgueira vertical, e a cirurgia para o estrabismo horizontal.

O Rol da ANS consiste na lista de procedimentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde no Brasil. Estando indicada ali, a cirurgia de estrabismo é sim coberta pela operadora. Contudo, há uma condição para essa cobertura: a de que a operação seja indicada pelo médico como modo de tratamento para saúde.

Essa condição existe porque há outros modos de tratar o estrabismo. Em alguns casos, os especialistas indicam, por exemplo, o uso de óculos de correção. Um tampão ocular e exercícios dos músculos dos olhos também podem oferecer bons resultados.

Acontece, no entanto, que por vezes a cirurgia de estrabismo tem caráter puramente estético. Ou seja, a vesgueira não afeta com gravidade a visão do paciente, mas apenas a sua aparência física. Se for este o caso, o plano pode se negar a oferecer a cobertura, pois procedimentos de cirurgia plástica não estão listados no Rol.

Plano recusou a cobertura. O que faço?

Dessa forma, é fundamental consultar um especialista e verificar a necessidade da operação. Caso ela exista, o plano deverá cobri-la. Se, ainda assim, a empresa se negar ao procedimento, o consumidor pode requerer o cumprimento da determinação na Justiça.

Em todo o caso, a operação para a cura do problema pode ser realizada tanto em crianças, quanto em adultos. Especialmente nas crianças, a cirurgia costuma ser utilizada para prevenção da chamada cegueira estéreo. A condição ocorre devido a um problema de profundidade na visão, algo comum em casos de estrabismo na infância. Já que o plano de saúde Unimed cobre cirurgia de estrabismo, a resolução do problema será simples.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.