ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre tratamento para estrias?

“Será que o plano de saúde cobre tratamento para estrias?”. A dúvida é muito comum para quem se sente incomodado com as manchas na pele. E, para a decepção destes, a resposta é não.

As estrias ocorrem quando a pele sofre uma ruptura de fibras de colágeno. O colágeno é uma substância responsável pela elasticidade da pele, e a mantém firme e bonita. Sua ruptura é comum, por exemplo, em casos de alterações hormonais.

Outras causas da formação de estrias são mecânicas. Este grupo de fatores inclui situações como de crescimento rápido do corpo, em que as fibras não possuem tempo para se formarem. Isso é bastante comum nos surtos de crescimento da adolescência. A prática exagerada de exercícios físicos também pode provocar as marcas.

Além destas, o chamado efeito sanfona também é uma causa mecânica. Se o indivíduo engorda e emagrece sucessivamente, é bem provável que desenvolva estrias. Assim como na gestação, em que a mulher acaba por ter sua pele esticada com o crescimento da barriga.Plano de saúde cobre tratamento para estrias?

Nenhum plano de saúde cobre tratamento para estrias. Por quê?

Os planos de saúde cobrem tratamentos que estejam listados no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Isso porque, a lista estabelece os procedimentos básicos e obrigatórios a cada tipo de plano.

Todos os tratamentos listados têm a ver com a saúde dos indivíduos. Como o cuidado contra estrias é estético, não é coberto.

Como é feito o tratamento?

Se você ainda desejar se livrar das marcas na pele, pode procurar o atendimento estético particular. Entre as opções de tratamento contra as estrias estão o microagulhamento e o procedimento realizado por meio do ácido retinoico. Também podem ser utilizados a luz pulsada e o peeling.

A técnica de microagulhamento é uma terapia que provoca minúsculos pontos de sangramento na pele. Esse sangramento desencadeia um processo inflamatório, e obriga o corpo a produzir colágeno. Com isso, a aparência visual da derme se torna menos marcada.

O resultado é o mesmo quando o tratamento é feito com ácido retinoico. A substância promove a  produção do colágeno, e é indicada para estrias mais novas.

Já a luz pulsada é ideal para estrias vermelhas, e é o calor que estimula a produção do colágeno. Por fim, o peeling é feito por meio de diversos ácidos. Aplicados na pele, os ácidos promovem a sua esfoliação da derme e a produção de novas fibras.

Lembre-se: nenhum plano de saúde cobre tratamento para estrias! Desconfie daqueles que disserem o contrário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.