ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre fimose?

Desde que haja indicação médica, o plano de saúde cobre fimose. Isso porque, o procedimento está listado no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). A lista determina os exames e tratamentos que tem cobertura obrigatória pelos planos brasileiros.

A fimose ocorre quando o prepúcio forma um anel fibroso que não se retrai. O prepúcio é uma dobra de pele que protege o pênis. Ela adere à extremidade do órgão, chamada de glande, e está presente desde o nascimento do menino. Com o passar do tempo, porém, essa pele geralmente se retrai, permitindo que a glande se exteriorize.

Plano de saúde cobre fimose?

Plano de saúde cobre fimose?

Em cerca de 20% dos meninos, o prepúcio se retrai sozinho após seis meses de idade. Aos três anos, 50% dos indivíduos já contam com essa retração, e aos 17 anos, 99% a possuem.

Contudo, com o passar do tempo a não-retração pode incomodar. Os sintomas mais comuns são a dificuldade em urinar, secreções malcheirosas no pênis, sangramento e inchaço. Em casos mais graves, a retração do prepúcio pode provocar infecção urinária e balanopostites de repetição. Nessas situações, a fimose existe, e pode ser necessário realizar cirurgia para eliminá-la.

Somente o médico pode perceber a real necessidade da operação. Caso seja interessante realizar o procedimento, então, o plano de saúde cobre fimose.

De qualquer modo, é interessante que o procedimento seja feito antes da adolescência do indivíduo. Afinal, a fimose pode afetar a vida sexual do homem.

São duas as cirurgias possíveis para tratamento da fimose. A postectomia é o procedimento mais comum, e é realizada por meio da abertura do prepúcio. Em seguida, as aderências são removidas, e a pele é separada da glande.

A posteplastia, por sua vez, é menos utilizada, mas igualmente eficaz. Ambas as cirurgias são simples e rápidas, e apresentam poucas chances de complicações.

Tratamentos para a fimose

Além da cirurgia, o tratamento da fimose pode ser feito por meio de exercícios e medicamentos. O médico pode receitar, por exemplo, pomadas à base de corticoides. Com propriedades antibióticas e analgésicas, o produto facilita o deslizamento da pele sobre a glande.

Já os exercícios para tratamento consistem em “estimular” o prepúcio a se retrair. Geralmente, é indicado realizar essa atividade em meninos com mais de 5 anos, durante o banho. O movimento de “puxar” a pele precisa ser feito com cuidado.

Lembre-se de que o plano de saúde cobre fimose obrigatoriamente, assim que o médico sugerir o procedimento. Caso não o faça, envie uma reclamação à ANS, que poderá resolver o descumprimento da norma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.