ENCONTRE SEU
PLANO DE SAÚDE
EM 30 SEGUNDOS!

ENCONTRE SEU PLANO DE SAÚDE EM 30 SEGUNDOS!

Plano de saúde cobre UTI?

Um plano de saúde cobre UTI desde seja hospitalar ou ambulatorial. As regras variam de acordo com a existência de um período de carência ou não.

Os planos de saúde brasileiros são segmentados segundo seu tipo de atendimento. A segmentação básica da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) divide-os em plano ambulatorial, hospitalar e obstetrícia. Destes, o único não obrigado a oferecer a possibilidade de internação é o ambulatorial, que entrega serviços como consultas médicas, exames, tratamentos e outros procedimentos ambulatoriais.Plano de saúde cobre UTI?

Quando o plano de saúde cobre UTI?

Quando não está em seu período de carência, o plano hospitalar ou obstetrício deve cobrir a internação em UTI, independentemente da situação.

A carência é o período compreendido entre a data de assinatura de contrato e possibilidade de uso do serviço. De modo geral, o prazo para internação é de 180 dias. Podem existir ainda algumas particularidades, que ficarão listadas no contrato do plano. No período de carência, o plano não precisa cobrir a internação.

Situações de urgência ou emergência, porém, não precisam respeitar a carência. Define-se como urgência acidentes ou complicações do processo de gestação. Já as emergências são as situações que oferecem risco imediato de vida ou de lesões irreparáveis.

Nestes casos, o plano de saúde não pode negar a internação, mesmo que o paciente esteja em período de carência. A determinação é do artigo 35-C da Lei 9.656/98 (Lei dos Planos de Saúde).

Contudo, é preciso destacar que a internação de emergência na carência pode ser limitada a 12 horas pelo plano. Na urgência, a 24 horas.

Caso o paciente ainda possua lesão ou doença preexistente, precisa aguardar 24 meses para ter direito à internação na UTI devido a esses problemas. A menos, novamente, que a internação seja uma urgência ou emergência.

De qualquer forma, o número de internações hospitalares e em UTI não pode ser limitado. Tal qual o tempo de internação: o plano deve cobrir todo o período indicado como necessário ao bem-estar do indivíduo.

Plano de saúde cobre UTI neonatal?

Apenas um plano de saúde com obstetrícia é obrigado a cobrir a UTI neonatal. Nesse caso, é importante que a mulher, durante sua gravidez, já seja usuária do plano. É igualmente importante que ela mantenha seu pré-natal em dia, o que vai garantir maior saúde ao bebê.

Caso precise ser internado na UTI, então, o bebê terá cobertura completa do plano por até 30 dias após seu nascimento. Passado um mês, contudo, a obrigatoriedade de atendimento termina. Dessa forma, é importante que a criança seja inclusa em seu plano familiar antes do prazo terminar. Assim, se necessário, ela terá mais dias de internação cobertos.

Agora você sabe que o plano de saúde cobre UTI. Lembre-se apenas de contratar a segmentação certa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.