Descubra o preço
do seu
Plano de Saúde

Descubra o preço do seu Plano de Saúde

Plano de saúde Unimed cobre escleroterapia?

O médico indicou o tratamento para varizes, mas você não sabe se o plano de saúde Unimed cobre escleroterapia? Pois, então, este texto pode ajudar! Nele, explicamos tudo sobre o procedimento e as regras para a sua utilização.

Uma das dúvidas mais comuns dos pacientes com varizes é se o plano de saúde Unimed cobre escleroterapia.

Afinal, será que uma operadora de saúde é obrigada a pagar pelo tratamento? A resposta é sim! Isso porque, o procedimento está listado no Rol de Eventos e Procedimentos em Saúde da ANS (ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar).

A escleroterapia é uma técnica não cirúrgica, utilizada como forma de tratamento das varizes. As varizes são veias dilatadas, que geralmente aparecem nas pernas do indivíduo e prejudicam a sua circulação sanguínea.

Já a técnica para o seu tratamento consiste na aplicação de uma substância nas veias inflamadas, de modo que a circulação sanguínea seja interrompida nestes vasos.

Como resultado, as varizes desaparecem, diminuindo a dor e o aspecto visual incômodo do problema.

Após o procedimento, é indicado que o paciente tome alguns cuidados. Como o repouso, não exposição ao sol e o uso de meias compressoras.

Ainda assim, não há a necessidade de internação hospitalar, pois a intervenção é considerada simples.

Além de varizes, a escleroterapia pode ser utilizada para o tratamento de outras condições. Isso inclui as hemorroidas e hidrocele, por exemplo.

O médico especialista é quem pode decidir se o método é o mais indicado para a condição apresentada pelo paciente.

Plano de saúde Unimed cobre escleroterapia?

Quais os tipos de escleroterapia?

Existem diversos tipos de escleroterapia disponíveis para o tratamento das varizes. A primeira delas é considerada convencional.

Nela, substâncias químicas esclerosantes são injetadas nas veias inchadas. Como resultado, há a irritação e inflamação do vaso sanguíneo. Em respostas, o corpo cicatriza as veias, fechando-as.

Já a crioescleroterapia é realizada por meio a injeção de uma substância resfriada nos vasos. Seu resultado é mais rápido, e também provoca a obstrução das veias inflamadas.

Há, ainda, a escleroterapia a laser. Nessa técnica, a aplicação de ondas de luz na região inflamada promove o aumento da temperatura do vaso.

Em seguida, esses vasos sofrem uma reação inflamatória, sendo destruídos. O procedimento é mais caro, mas mais indicado para eliminar vasinhos no rosto e no tronco, além de nas pernas.

Finalmente, o médico também pode indicar o uso da escleroterapia com espuma. Essa opção é mais comum para o tratamento de varizes grossas.

Para realizá-la, o especialista injeta nos vasos inflamados uma pequena quantidade de espuma de dióxido de carbono. Isso irrita a variz e provoca a sua cicatrização.

Apesar de bastante comum, a escleroterapia só é utilizada em casos mais graves de varizes e/ou após a tentativa de tratamento por outros métodos.

Afinal, a técnica é invasiva, mesmo que de forma mais branda. Entre os outros métodos de tratamento sugeridos estão o uso de meias elásticas.

Plano de saúde Unimed cobre escleroterapia?

Como citado no começo do texto, o tratamento contra varizes está listado no Rol de Eventos e Procedimentos em Saúde da ANS.

O Rol é a lista de procedimentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde no País. Dessa forma, se obtiver indicação médica, o usuário precisa ter essa terapia custeada pelo plano Unimed.

Uma das principais causas das dúvidas sobre o assunto refere-se à característica estética do tratamento.

Muitos pacientes acreditam que as varizes são um problema apenas estético, que prejudica a beleza das pernas, principalmente femininas. Planos de saúde não cobrem tratamentos estéticos e, por isso, não cobririam a escleroterapia.

No entanto, as varizes vão além do aspecto visual. Se não tratados, os vasinhos podem criar vários outros problemas, como a trombose, além de muita dor.

Por isso, a condição é considerada de saúde, apesar de o tratamento também melhorar o visual do paciente.

Para contar com a terapia, o usuário precisa visitar um médico angiologista ou dermatologista. Com a indicação do especialista, o plano autorizará o procedimento.

A técnica utilizada será escolhida de acordo com o quadro do paciente e a preferência do médico.

Além do tratamento, os planos de saúde cobrem a prevenção de varizes. O SUS (Sistema Único de Saúde) também oferece esses atendimentos, de forma gratuita.

Neste caso, porém, é preciso que o indivíduo aguarde na fila de espera para realização do procedimento.

Agora você já sabe que o plano de saúde Unimed cobre escleroterapia! Caso a empresa negue a cobertura, realize uma reclamação na ANS. Como regula os planos de saúde no Brasil, a agência pode intervir em nome do consumidor.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.